Governo do Amazonas apresenta Plano Plurianual 2016-2046

By -
O desafio de enfrentar a crise no Estado virá das riquezas no Amazonas (água e gás), destacou José Melo

O desafio de enfrentar a crise no Estado virá das riquezas no Amazonas (água e gás), destacou José Melo

Nesta quinta feira (11), na sede do Governo do Estado do Amazonas, bairro da Compensa, zona oeste de Manaus, o Governador, Prof. José Melo, apresentou o Plano Plurianual (PPA) -2016-2046. Participaram, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, secretários da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia e de Comunicação Social e outros.

O PPA é um instrumento de planejamento da administração pública que define diretrizes e metas governamentais pelos quatro anos de gestão. As novidades são as ferramentas (e mails, hotsite e whatsapp) utilizadas e disponibilizadas para consultas e melhor atendimento das demandas da sociedade.

jose-melo-ppa_02A construção do PPA iniciará com a definição das diretrizes estratégicas do Governo, em seguida, a etapa de consulta à sociedade (associações, sindicatos, gestores públicos dos municípios) e finalmente as consultas públicas para dar transparência a este plano de ação. As propostas são encaminhadas e administradas pela equipe técnica do PPA para análise e alinhamento das propostas às diretrizes, políticas e objetivos estratégicos do Governo. Este documento dá origem a um Projeto de Lei que será enviado à Assembleia Legislativa do Amazonas para aprovação até setembro próximo.

O Governador disse que embora o cenário seja de crise, não pode ficar na mesmice, e deve encarar o desafio, pois o momento é de mudar paradigmas para poder dar melhores condições e melhorar a situação do Amazonas. Explicou que os descontroles da economia brasileira, assim como as políticas equivocadas são maiores do que a gente imagina.

jose-melo-ppa_03Ajustes e Medidas a serem tomadas

Na oportunidade o Governador convocou a imprensa para uma reunião nesta próxima terça feira, para dar a conhecer as prioridades nos ajustes e as medidas que serão tomadas. “A correção de rotas, os ajustes significam um novo recomeço, não podemos, após 04 anos, apresentar à população o mesmo cenário, não podemos ser meros contempladores”, salientou.

“O desafio de enfrentar a crise no Estado virá das riquezas no Amazonas (água e gás), podemos construir duas usinas de gás e cuidar da água doce do nosso rio, pois 70% deste elemento no mundo são utilizados no campo, especialmente para produção de alimentos”, disse o Governador.

“A criação de peixe em cativeiro seria uma das alternativas para superar a crise e poder ofertar alimento ao mundo, pois o peixe de água doce e rico em proteína ao contrario da carne vermelha que apresenta muita toxina” explicou o mandatário. Disse também que a modernização da gestão será outro desafio no futuro. No meio da crise, tanto institucional, quanto estrutural, econômica e financeira em que se encontra o Estado. (Mercedes Guzmán – Fotos: Áida Fernandes)

Roberto Brasil