Governo Dilma aumenta o desemprego

By -
Dep. Arthur Bisneto

Dep. Arthur Bisneto

As sementes daninhas plantadas pelo governo Dilma continuam rendendo frutos amargos para a população brasileira. Não bastasse o descumprimento das promessas feitas durante as eleições passadas, o afundamento da economia do país tem sido cada vez mais explícito e inquestionável em 2015.

Nesse turbilhão de traquinagens de Dilma e sua equipe, quem fica no prejuízo, ao final das contas, é o povo brasileiro. O fruto azedo da vez colhido pelo governo é o aumento do desemprego.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, na última quinta-feira (21), os dados referentes ao mês de abril da Pesquisa Mensal de Emprego (PME). A pesquisa abrange apenas as regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Os dados apontam que, em abril, a taxa de desemprego atingiu 6,4% na área pesquisada, o quarto aumento do ano. Em abril do ano passado a taxa havia sido de 4,9%. Um presente de grego aos brasileiros!

E não para por aí o prejuízo aos trabalhadores do país. Quando tomamos em conta o valor do rendimento em abril, observamos que houve perda de 0,5% em relação ao mês anterior. Já fazendo comparação com abril de 2014, o IBGE aponta que a perda no valor do rendimento do trabalhador foi de 2,9%. É o partido que se diz dos trabalhadores sacrificando o trabalhador brasileiro cada vez mais.

Não custa lembrar que a PME do IBGE abrange apenas as regiões metropolitanas citadas. Uma pesquisa mais abrangente da própria instituição, e que por conseguinte expressa um cenário mais realista, quanto ao desemprego no país, é a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua. Essa, que permite comparações trimestrais, aponta que o desemprego no primeiro trimestre de 2015 alcançou 7,9%, enquanto que em igual período do ano passado a taxa foi de 7,2%.

Enfim, para onde olhamos, para qualquer pesquisa de consideramos, os resultados apontam para o que estamos vendo no dia a dia: o brasileiro está ficando mais desamparado pelo governo petista. Menos emprego, diminuição do rendimento do trabalho e perspectivas cada vez mais negativas quanto à economia do país. Esse, infelizmente, é o verdadeiro Brasil de agora, o país afundado pelo atual governo, e não o país das maravilhas que o PT vende em suas superproduções midiáticas.

Mario Dantas