Governo do Amazonas e TRE firmam parceria para garantir segurança de 1,2 milhão de eleitores em Manaus

By -
O coronel Oliveira Filho explicou à desembargadora Socorro Guedes sobre o modelo a ser adotado nessa parceria

O coronel Oliveira Filho explicou à desembargadora Socorro Guedes sobre o modelo a ser adotado nas Eleições 2014

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no Aleixo (zona centro-sul de Manaus), será usado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) nas Eleições deste ano, que terão a cobertura do mesmo modelo de segurança pública adotado na Copa do Mundo pelo Governo do Amazonas. De acordo com a presidente do TRE-AM, desembargadora Socorro Guedes, a parceria com o Governo do Estado vai garantir segurança pública aos eleitores no dia 5 de outubro. “Temos agora, fruto da Copa do Mundo, este trabalho excepcional da Secretaria de Grandes Eventos, que estará à disposição da Justiça Eleitoral e que vai possibilitar esta tranquilidade que todos nós queremos”, declarou a presidente do pleito.

Segundo a desembargadora, 52% do eleitorado do Estado, o que corresponde a 1,2 milhão de pessoas, estão em Manaus e isto demanda do TRE-AM uma atenção especial em relação à segurança no dia da eleição. A magistrada informou que ainda nesta semana todos os 13 juízes eleitorais da Comarca de Manaus farão uma visita ao CICC, juntamente ela e os demais magistrados envolvidos no pleito. “Eles conhecerão a estrutura que será usada por nós e também alinharemos o trabalho operacional com a Secretaria de Segurança”, explicou.

O coordenador operacional do CICC, coronel Oliveira Filho, explicou que o modelo a ser adotado conjuntamente pelo TRE-AM e pelo Governo do Estado segue o mesmo padrão adotado na Copa do Mundo, inclusive envolvendo a mesma estrutura operacional com as plataformas elevadas de observação, o CICC Móvel, comunicação via rádio, internet e as câmeras de monitoramento. “De todos os grandes eventos que realizamos na capital, este é de fato o maior deles, pois envolve diretamente mais da metade da população que sai de suas casas para votar em vários locais diferentes da cidade”, afirmou o oficial.

Segundo o coordenador, o planejamento operacional integrado será finalizado em parceria com todos os órgãos envolvidos na Eleição 2014, como Gabinete de Gestão Integrada Estadual e Municipal, Corpo de Bombeiros e as Polícias Militar, Civil e Federal. “O Tribunal Regional Eleitoral será o líder situacional da operação de segurança integrada que iremos montar. É ele que irá dizer onde deveremos instalar os Centros de Comando e Controle Móveis e terá representação no Centro Regional que funcionará no CICC, no bairro Aleixo”, ressaltou. O conceito de liderança situacional foi usado nas operações de segurança para a Copa do Mundo e consiste em delegar o comando ao órgão que detém maior conhecimento ou envolvimento com a natureza da operação.

Roberto Brasil