Governo do Amazonas e TRE assinam portarias conjuntas para a Eleição 2014

By -

ASSINATURA (4)O secretário de Estado da Segurança Pública, Paulo Roberto Vital e a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargadora Socorro Guedes, assinaram as portarias conjuntas da Lei Seca, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas das 22h de sábado (4/10) até 18h de domingo (5/10), e o ato que designa a Eleição como grande evento para a Segurança Pública no Amazonas.

VISITA AO CICC (1)

A assinatura da Portaria 001/2014/TRE-AM (Lei Seca) e Portaria Externa 001/2014/SSP aconteceu no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), durante a visita dos juízes eleitorais que conheceram as instalações e os recursos tecnológicos que estarão à disposição do TRE-AM durante o pleito.

“Esta parceria com a Secretaria de Grandes Eventos, para nós, é um suporte extremamente importante. Na verdade, acredito que não tenha um evento maior dentro do Estado do que as eleições. Então, nós podermos contar neste momento com toda essa mão de obra qualificada e com esse ambiente será extremamente proveitoso”, afirmou a desembargadora.

VISITA AO CICC (6)

O modelo de Segurança Pública que será usada durante a votação no primeiro turno será o mesmo utilizado na Copa do Mundo. Para o secretário de Segurança, a integração dos órgãos e a utilização dos recursos tecnológicos disponibilizados pelo Ministério da Justiça para a Copa, são um importante legado para o Estado e desta vez integrando também o TRE no CICC, que terá acesso a todos os recursos, inclusive às imagens das cerca de 280 câmeras de segurança que monitoram a cidade.

“Nós vamos estar aqui com as forças da Segurança Pública, as Forças Armadas e também o Poder Judiciário, representado através da presidência do Tribunal, os juízes e sua assessoria técnica, para que de uma forma melhor e mais efetiva possamos controlar o que está acontecendo não só na capital como no interior do Amazonas”, afirmou.​

Durante a votação, um juiz permanecerá no CICC acompanhando com a Secretaria de Segurança a movimentação na cidade. Segundo a presidente do TRE-AM, o juiz terá condições de avaliar as ocorrências para identificar os possíveis crimes eleitorais e contar com  o apoio das polícias para apurar os delitos.

Policiamento reforçado – A Polícia Militar (PM) empregará cerca de 2,5 mil homens em Manaus e aproximadamente mil policiais estão sendo enviados aos municípios do interior para reforçar o policiamento em todos os municípios do Estado. De acordo com o comandante da PM, coronel Marcos César, as equipes de policiais já chegaram a muitos municípios e a operação de mobilização deste efetivo seguirá até a véspera da eleição.

COLETIVA (1)

A desembargadora Socorro Guedes destacou que esta será a quinta vez consecutiva que as Forças Armadas reforçarão a Segurança Pública durante as eleições em Manaus por conta da grande quantidade de votantes na cidade. “Isso se justifica pela quantidade de eleitores, pois somente na capital temos 52% do eleitorado de todo o Amazonas. Então, o trabalho será feito de forma conjunta nessa parceria entre Polícia Militar e as Forças Federais”, declarou.

Mario Dantas