Governador José Melo vistoria obras e determina prazos para inauguração de trechos da avenida das Flores e AM-070

By -
São obras de impacto positivo porque são estruturantes, disse José Melo

São obras de impacto positivo porque são estruturantes, disse José Melo

O governador do Amazonas, José Melo, vistoriou nesta sexta-feira, 3 de julho, o andamento de obras de infraestrutura do governo. Acompanhado por um grupo de deputados estaduais, José Melo percorreu os canteiros da avenida das Flores, em Manaus, da Cidade Universitária da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da obra de duplicação da rodovia estadual AM-070, em Iranduba, para acompanhar o ritmo dos trabalhos e determinar prazos de inauguração.

Com a chegada do verão, as obras terão seu ritmo intensificado, afirmou o governador. Totalizando investimentos da ordem de R$ 524 milhões, os três projetos atendem às melhorias nas condições de infraestrutura, mobilidade e educação. “São obras de impacto positivo porque são estruturantes e serão importantes para o futuro do Estado. E, nesse momento, delicado ajudam a movimentar a economia”, destacou José Melo.

melo-visita-obras-1Mesmo diante do cenário de crise na economia e queda na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que sofreu redução de R$ 300 milhões neste primeiro semestre, José Melo afirmou que os investimentos do Governo do Estado estão garantidos nas mais diversas áreas. “Na educação teremos mais de R$ 287 milhões em investimentos, além disso, temos os anéis leste e sul, o Prosamim, a avenida das Flores e outras diversas obras que estão com os recursos assegurados”, disse.

A primeira obra visitada pelo governador foi a da avenida das Flores, em Manaus. Com mais de 11 quilômetros de extensão, a avenida abrirá nova rota de escoamento do trânsito na zona norte, continuando a avenida Governador JoséLindoso (avenida das Torres) e interligando-se a AM 010.

melo-visita-obras-2Prazos de entrega – A avenida das Flores será conectada aos anéis viários sul e leste, projeto do Governo do Estado que criará um amplo corredor de mobilidade urbana que vai interligar o Distrito Industrial ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no Tarumã, zona oeste. Mais de 160 operários trabalham para dar celeridade à obra da nova via. A previsão é que até dezembro deste ano seja inaugurado o primeiro trecho de 6,5 quilômetros, que vai da avenida 7 de abril, no bairro Santa Etelvina, até o quilômetro 19 da AM-010.

Rodovia que liga Manaus aos municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão, a AM-070 terá seu primeiro trecho de obras de duplicação inaugurado até o final do mês de julho, anunciou o governador. Ao todo, o Governo Estadual vai duplicar 78 quilômetros da estrada, o que compreende da saída da Ponte Rio Negro até o município de Manacapuru.

melo-visita-obras-3O primeiro trecho de 15 quilômetros, até a entrada de Iranduba, está recebendo os últimos retoques para a inauguração. Operários trabalham em mais 16,5 quilômetros, já liberados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), realizando, principalmente, obras de terraplenagem. Outros trechos estão sob a análise arqueológica do Iphan e têm até o dia 20 para serem liberados para início de obras, segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

Obra da Cidade Universitária – Durante a vistoria às obras da Cidade Universitária, José Melo afirmou que o Governo está em busca de financiamentos para realizar as outras etapas do complexo educacional. A venda de ações da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), que pelo projeto inicial seria empregada na construção, será adiada pelo Governo.

melo-visita-obras-4“Estamos com duas propostas de financiamento. Uma com a Confederação Andina de Fomento e a outra com o Banco Mundial, e temos também uma proposta do governo chinês no sentido de captarmos recursos para dar celeridade maior a essa obra. Havíamos imaginado colocar em leilões as ações da Cigás, e com esses recursos investir aqui. Acontece que com a queda da economia brasileira não é o mais aconselhável se desfazer das ações neste momento”, afirmou.

A construção da primeira fase do projeto, que compreende a implantação dos prédios da reitoria, biblioteca e refeitórios, além da estrada de acesso, contabilizam investimentos de R$ 81 milhões. A estrada de acesso está 90% concluída. Reitoria, refeitório e biblioteca, onde governador caminhou com a comitiva de deputados, estão avançando com a finalização das obras de fundação e início da montagem das estruturas dos prédios. Pelo cronograma, os prédios das ciências humana e exatas serão os próximos a serem iniciados.

Roberto Brasil