Governador José Melo recebe embaixadores europeus

By -
São países tradicionais e que têm um desenvolvimento tecnológico muito grande

São países tradicionais e que têm um desenvolvimento tecnológico muito grande

O governador do Amazonas, José Melo, recebeu nesta quinta-feira, 28 de maio, comitiva de embaixadores da União Europeia e afirmou que o encontro abre horizontes para aprofundar parcerias em áreas estratégicas para o Estado. A proposta é ampliar intercâmbios nas áreas de cultura, ciência e tecnologia, educação e turismo e atrair novos investimentos para o Polo Industrial de Manaus (PIM).

Os embaixadores chegaram a Manaus para participar das comemorações da Semana da Europa no Brasil. Outras dez capitais estão no roteiro. O encontro com o governador do Amazonas ocorreu na sede do Governo do Estado, no bairro da Compensa II, zona oeste da capital. Dos 24 países da União Europeia que possuem consulado no Brasil, 18 enviaram embaixadores para conhecer Manaus.

De acordo com José Melo, a agenda extensa apresenta as oportunidades de investimento e parcerias com o Estado. A piscicultura é uma delas. Durante o encontro, o governador destacou o potencial de produção do Amazonas e o domínio das técnicas de cultivo em cativeiro de espécies de peixes amazônicos com alto valor alimentício e teor energético. A meta com a piscicultura é a industrialização. Para atender aos mercados nacional e estrangeiro, o Governo trabalha para atrair investidores do setor privado.

A Zona Franca de Manaus também esteve na pauta da conversa. José Melo destacou as vantagens do modelo de incentivos para a instalação de novas empresas europeias e o papel social e ambiental da Zona Franca para o Amazonas. “Além de manter um povo ainda ajuda a preservar a floresta”, sintetizou.

meloeuropeus01

O governador declarou que o entendimento da União Europeia sobre o papel da Zona Franca foi uma decisão importante. Ano passado, o bloco de países ensaiou incluir o modelo de incentivos amazonense na ação movida contra o Brasil na Organização Mundial de Comércio (OMC) que trata sobre as desonerações fiscais. O reconhecimento da importância da Zona Franca e a sua exclusão da ação sinaliza para uma possibilidade de atração de novas empresas do continente, na avaliação de lideranças empresariais e do Governo Federal.

“Quando a União Europeia tomou conhecimento da importância da Zona Franca para a preservação do meio ambiente imediatamente retirou o veto com relação às indústrias”, disse o governador.

Além da economia, o Governo do Amazonas espera aprofundar parcerias na área de ciência e tecnologia e no ensino superior. “São países tradicionais e que têm um desenvolvimento tecnológico muito grande. Além de ser berço de cultura. Portanto, a gente vislumbra um intercâmbio muito forte com a nossa Universidade, e que venha nos ajudar na questão da formação de um banco de biodiversidade aqui no Amazonas e atrair recursos para ajudar nossas populações tradicionais”, destacou.

Participaram da reunião com José Melo os embaixadores da Alemanha, Áustria, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Finlândia, Hungria, Irlanda, Letônia, Países Baixos, Portugal, República Tcheca, Romênia e Suécia e a Chefe da Delegação da União Europeia (EU) no Brasil, embaixadora Ana Paula Zacarias, além de representantes da França e Reino Unido. No encontro, estavam, ainda, os secretários de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Thomaz Nogueira, e de Fazenda, Afonso Lobo.

meloeuropeus

Amazonas é destaque – De acordo com a chefe da Delegação da União Europeia (EU) no Brasil, embaixadora Ana Paula Zacarias, conhecer o Amazonas foi uma decisão conjunta dos 24 embaixadores da União Europeia no Brasil. Com a realização da Conferência do Clima das Nações Unidas (COP 15), que acontece em dezembro em Paris, o Amazonas ganha destaque por conta da preservação da biodiversidade.

“Este é um Estado muito importante, sobretudo neste ano em que vamos ter negociações internacionais muito relevantes na área do clima e do desenvolvimento sustentável. É simbólico virmos até aqui. Por outro lado é um Estado que também viemos aprender, ouvir, quais são as prioridades na área de investimentos, seja na área do transporte multimodal, energia renováveis, ciência e tecnologia e inovação, investimentos junto com as universidades. Também viemos reforçar a ideia de que há muitas empresas europeias na Zona Franca e outras mais devem vir”, disse.

Agenda embaixadores – A visita se estende até o dia 31 de maio. O roteiro da agenda de hoje terá ainda uma reunião com o prefeito de Manaus, Arthur Neto, seminário na Universidade Federal de Amazonas (Ufam), com a presença da reitora Márcia Perales, visita ao Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), e uma programação cultural.

Dia 29 de maio, os embaixadores terão encontros de trabalho com dirigentes da Federação das Indústrias do Estado de Amazonas (Fieam), do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam), com representantes da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), da Ufam, do Inpa e visitarão a Fundação Amazonas Sustentável (FAS).

Promovido pela Delegação da União Europeia no Brasil e Associação dos Institutos Culturais Oficiais e das Embaixadas dos Países da EU (EUNIC Brasil), o evento chega a sua 11ª edição com o tema “Desenvolvimento e Cidadania”. Este ano, o projeto tem o ambicioso propósito de ganhar mais visibilidade em todo o país e, pela primeira vez, as atividades são realizadas em 10 capitais distribuídas em quase todo o território brasileiro, de Florianópolis a Manaus, passando por Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Vitória, Natal, Aracaju e Belém. São mais de 20 eventos entre os dias 3 de maio e 30 de junho.

Michael Dantas