Governador José Melo lança campanha ‘Nota Fiscal Amazonense’

By -
Na medida em que todos contribuem, todos estão contribuindo para o desenvolvimento do estado, disse José Melo

Na medida em que todos contribuem, todos estão contribuindo para o desenvolvimento do estado, disse José Melo

Da Redação – Nesta quarta feira (29), na Panificadora Conde do Pão, no bairro Dom Pedro, zona Centro-Sul de Manaus, o Governador José Melo lançou a campanha ‘Nota Fiscal Amazonense’, com o objetivo de aumentar a receita estadual com a arrecadação de impostos. Haverá prêmios para aqueles que registrem CPF na nota fiscal no momento da compra e o arrecadado também sera em beneficio de instituições que desenvolvem ações sociais. Participaram do lançamento da campanha o Secretario de Fazenda, Afonso Lobo, a Coordenadora da Procon-Am, Rosely Fernandes, representantes do CDL, ACA, Sebrae entre outros.

A partir do 3 de agosto, os consumidores que tiverem cadastrado o numero do CPF na Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica poderão concorrer a prêmios diários em dinheiro (ate R$ 50 mil). A estimativa, com o programa é que a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) junto a empresas do comercio varejista tenha um acréscimo, em média, de R$ 10 milhões por mês.

Segundo Afonso Lobo, 40% da arrecadação de ICMS do Amazonas vem do comércio

Segundo Afonso Lobo, 40% da arrecadação de ICMS do Amazonas vem do comércio

De acordo com o secretário estadual da Fazenda, Afonso Lobo, atualmente, o comércio responde por cerca de 40% da arrecadação de ICMS do Amazonas. O Programa Estadual de Cidadania Fiscal convoca a todos a participar da campanha a través do nfamazonense.sefaz.am.gov.br.

O proprietário da Panificadora Conde do Pão, Carlos Alberto Conde, disse que o cidadão que contribui pagando seu imposto contribui para o desenvolvimento de sua cidade. “É uma vantagem estar participando da campanha”, frisou o empresário.

melo-nota-fiscal-am_2Campanha vitoriosa

“Na medida em que todos contribuem tanto o comprador quanto o vendedor, todos estão contribuindo para o desenvolvimento do estado, o cidadão deve pedir nota fiscal para assim ajudar a resolver os problemas de segurança, saude, educação, produção e outros no estado, isto deu certo em outros estados e aqui também tera exito”, explicou o Governador, José Melo.

Explicou ainda que ao emitir a nota fiscal eletrônica, as empresas contribuem para a manutensão dos serviços prestados pelo Estado e pela continuidade dos investimento que beneficiam a todos.

O consumidor deve denunciar

Segundo representantes da Sefaz, aquele comércio varejista que não cumprir deve ser denunciado e a campanha pretende incentivar o consumidor a exigir a nota fiscal para melhorar o aumento da arrecadação e assim continuar com o desenvolvimento do estado. O portal Nota fiscal Amazonense disponibilizou ainda um formulário para o cidadão denunciar empresas que não estejam emitindo nota fiscal eletrônica ou que não incluam CPF e caso seja comprovada, a empresa estará sujeita à autuação pelo Fisco ou Procon.

“O cliente ou consumidor deve denunciar caso não tenha nota fiscal pela compra ou serviço realizado, a denuncia pode ser feita tanto na Sefaz quanto no Procon (André Araujo, 1500, em frente do Inpa) ou pelo telefone 0800 921512 – 32154010”, disse a Coordendora do Procon-Am, Rosely Fernandes. (Texto e Fotos: Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil