Governador José Melo lança aplicativo pioneiro na saúde para orientar a população sobre os serviços oferecidos na rede pública

By -

DSC_2937

A tecnologia mobile chegou à saúde pública em Manaus. A um simples toque das mãos, quem precisar de serviços médicos vai encontrar no celular todas as opções para o melhor atendimento na rede estadual. É o aplicativo Saúde Amazonas, lançado pelo governador José Melo nesta terça-feira, 8 de março. A nova ferramenta vai ajudar a encontrar as unidades mais apropriadas para atendimento de cada tipo de doença e tem o objetivo de reduzir a sobrecarga dos grandes prontos-socorros.

O aplicativo foi idealizado pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), como parte das ações destinadas a reorganizar o fluxo de atendimento nas unidades da rede. No aplicativo, desenvolvido pela empresa Processamento de Dados Amazonas S.A. (Prodam), o usuário também pode acessar dicas de saúde, em temas como hipertensão, diabetes, Aids/HIV, entre outros. Segundo o governador, a novidade é parte de um amplo trabalho de modernização do sistema de saúde iniciado ano passado com o objetivo de aperfeiçoar os serviços prestados à população.

“Temos um programa de modernização da saúde em curso e que vai ser muito importante para permitir que a gente tenha total controle da saúde. Desde e eleição dos medicamentos para compra, até dispensação. Com isso, queremos minimizar custos. Agora, estamos implantando um aplicativo para facilitar a vida do usuário. Às vezes você tem um posto, uma UBS, um SPA ao lado da sua casa e pega dois ônibus para ir ao Hospital 28 de agosto, quando o serviço estava bem pertinho”, destacou José Melo.

José Melo disse que a orientação para toda a equipe de governo é ampliar o uso da tecnologia para melhorar a prestação dos serviços. No sistema de saúde, outros aplicativos direcionados aos usuários devem ser lançados pela Susam e Prodam ainda no primeiro semestre. O governo estadual busca também sistemas tecnológicos para aumentar a eficiência na gestão. Um dos projetos em estudo, para uso interno dos profissionais da rede, deve criar um sistema de alerta que indica os especialistas em plantão em cada unidade. O objetivo é dar mais rapidez ao deslocamento das equipes para o socorro imediato dos pacientes.

Pedro Elias

Pedro Elias

O secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, explica que a Susam vem trabalhando em parceria com o município, para melhor ordenar o fluxo dos usuários dos serviços de saúde da capital com o objetivo, principalmente, de reduzir a sobrecarga dos grandes prontos-socorros. Essas unidades de urgência recebem, diariamente, um número muito expressivo de pacientes que poderiam ter seu atendimento feito pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS), da Prefeitura, ou pelos Serviços de Pronto-Atendimento (SPAs), da rede estadual.

“Além das medidas internas que estamos adotando para a reorganização da rede, consideramos que a orientação da população é um item primordial desse processo”, afirmou Pedro Elias. Segundo ele, a proposta do aplicativo é colocar ao alcance das pessoas informações que as ajudem a ter maior clareza sobre o funcionamento de cada tipo de serviço de saúde. “Com estas informações esperamos, por exemplo, reforçar o entendimento de que os prontos-socorros devem ser procurados nas urgências de maior complexidade e que os atendimentos ambulatoriais ou as urgências mais simples são atendidas nas UBS e nos SPAs”, acrescentou o secretário.

 

Mario Dantas