Governador José Melo e comitiva mexicana tratam sobre projetos de desenvolvimento do Estado

By -
“O México tem uma realidade muito parecida com a nossa", disse José Melo

“O México tem uma realidade muito parecida com a nossa”, disse José Melo

O governador do Amazonas, José Melo, recebeu na manhã desta quarta-feira, dia 4 de fevereiro, na sede do Governo, no bairro Compensa 2, zona oeste, a visita de uma comitiva mexicana liderada pela embaixadora do México no Brasil, Beatriz Paredes. O interesse em projetos que promovem o desenvolvimento econômico do Amazonas e a política fiscal do Estado foram temas discutidos na reunião.

“O México tem uma realidade muito parecida com a nossa. E a embaixadora trouxe aqui especialistas na área da Fazenda porque eles estão muito interessados em conhecer a realidade fiscal da Zona Franca de Manaus. Agora, com a prorrogação do modelo econômico, desperta um maior interesse dos outros países. Ao olhar um horizonte de cinquenta anos, os investidores internacionais avaliam valer a pena investir aqui, porque tem muito tempo para maturar o capital e gerar lucro”, pontuou o governador José Melo.

MELO-E-COMITIVA-MEXICANA-02A reunião contou com a presença do secretário de Fazenda do Amazonas, Afonso Lobo, e do secretário estadual de Planejamento, Airton Claudino.

Acompanhada de funcionários do Ministério de Fazenda do México, a embaixadora Paredes explicou que a visita permitiu conhecer os estímulos fiscais e o modo de trabalho da Zona Franca de Manaus (ZFM). “Temos muito interesse na forma como é promovido o desenvolvimento do Amazonas, por isso pensamos num intercâmbio para que investidores mexicanos conheçam Manaus e as experiências da Zona Franca”, afirmou. Uma delegação de investidores e empresários mexicanos deverá visitar Manaus ainda no segundo semestre deste ano.

Intercâmbio cultural – Na audiência com o governador do Amazonas, José Melo, a representante da Embaixada Mexicana no Brasil, informou ainda que o país está aberto para intercâmbios nas áreas cultural, ambiental, turística e, sobretudo, na área do conhecimento. “O México possui uma região muito parecida com a nossa, que é a região de Vera Cruz, onde a universidade mexicana tem um importante banco de informações sobre florestas parecidas com a nossa. Podemos promover o intercâmbio entre nossos estudiosos com pesquisadores de lá”, ressaltou Melo.

Roberto Brasil