Ginasta mexicana enfrenta a crueldade das redes sociais

By -
A ginasta mexicana, Alexa Moreno, durante apresentação no solo, na Olimpíada Rio 2016

A ginasta mexicana, Alexa Moreno, durante apresentação no solo, na Olimpíada Rio 2016

No domingo, Alexa Moreno se apresentou como única mulher representante do México na ginástica artística. Ela participou da fase classificatória das barras paralelas, solo, trave e salto. No individual geral, terminou em 31º lugar e não se classificou para a etapa final – nenhuma surpresa, uma vez que o país não tem tradição na modalidade.

Nas redes sociais, os compatriotas de Moreno, em vez de exaltarem o esforço da atleta, resolveram insultá-la. O alvo principal? Sua forma física. “Alexa Moreno tem o corpo de duas ginastas juntas, uma dieta antes da Olimpíada cairia bem”, escreveu uma usuária do Twitter.

Alexa Moreno, de 22 anos, 1.47 metro de altura e 45 quilos, foi comparada pelos “trolls” à porquinha do desenho animado Peppa Pig. Um deles supôs que o sonho secreto de Alexa “é ganhar uma daquelas competições de comer hot dogs”.

Defensores da atleta revidaram: “Alexa Moreno é um grande exemplo para o México, vai campeã!”, disse um. “Nem sempre temos uma representante na ginástica artística. Obrigada, Alexa Moreno”, escreveu outro.

A delegação mexicana de ginástica artística é composta por dois atletas: Alexa Moreno e Daniel Corral.

(Com Veja)

Roberto Brasil