Gilmar Mendes decide manter Sérgio Cabral preso no Rio

By -

Gilmar Medes concede habeas corpus a Sérgio Cabral impedindo sua transferência para presídio federal (Foto: Rodrigo Félix/Estadão)

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) continuará preso no Rio de Janeiro, por decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). A medida suspende decisão do juiz federal Marcelo Bretas de transferi-lo para o presídio federal de Campo Grande (MS).

A transferência foi determinada depois de Cabral revelar conhecimento sobre as atividades da família do magistrado, que interpretou isso como uma forma velada de ameaça. Bretas se irritou também porque, durante a audiência, o ex-governador afirmou que estava sendo usado como forma de promoção pessoal do magistrado.

Gilmar Mendes, no entanto, não vê justificativa para a transferência e a informação sobre as bijuterias foi levada à imprensa pela própria família do juiz, não caracterizando a ameaça.

Os advogados pediram a permanência de Sérgio Cabral na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do Rio, até o STF julgar o mérito do habeas corpus.

Roberto Brasil