Gestão administrativa da Prefeitura de Manaus é premiada em Belo Horizonte

By -

“Somos a capital mais equilibrada fiscalmente e com a previdência pública reconhecida como a melhor entre as capitais”, afirmou Artur Neto

As boas práticas administrativas da Prefeitura de Manaus foram novamente reconhecidas. Depois de ser considerada pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjam) como a capital que mais atende à Lei de Responsabilidade Fiscal, Manaus recebe agora o prêmio “Foco Áquila de Gestão 2018”. A premiação foi realizada nesta quinta-feira, 16/11, na cidade de Belo Horizonte (MG).

O prefeito Arthur Virgílio Neto disse que a conquista vem dos inúmeros resultados positivos que o Município alcançou ao longo dos últimos cinco anos, sobretudo no que se referem aos avanços nas áreas da educação, gestão fiscal e administrativa.

“Temos uma parceria muito correta e valorosa para Manaus com o Grupo Áquila. A partir de metas muito bem definidas por nós, o Instituto nos ajudou a galgar 11ª posição do Ideb e vamos melhorar mais ainda. Hoje, também somos a capital mais equilibrada fiscalmente e com a previdência pública reconhecida como a melhor entre as capitais. Tudo isso é fruto da seriedade da nossa gestão e da ajuda do Grupo Áquila”, afirmou o prefeito, que foi ao evento acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS) Elisabeth Valeiko Ribeiro.

O Foco 2018 visa a prestigiar parceiros nacionais e internacionais que tiveram resultados excepcionais com a aplicação de melhores práticas de gestão, além de realizar um debate sobre o cenário político e econômico para o próximo ano. Também foram premiadas as secretarias municipais de Administração (Semad), Educação (Semed) e Finanças (Semef).

Durante o evento foi apresentado um vídeo com a trajetória da Prefeitura de Manaus na busca por elevar a posição da cidade no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Em 2016, a capital obteve o maior crescimento percentual nos Anos Finais do Ensino Fundamental, com nota 4,3, superando a meta estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC), que era de 3,8, saltando do 18º para o 11º lugar entre as capitais.

Segundo a secretária municipal de Administração, Luiza Bessa, todo esse reconhecimento que a prefeitura vem conseguindo deve-se ao esforço dos servidores e da determinação do prefeito em modernizar a forma de gestão. “Isso é um indicador de como evoluímos, pois há uma visão global de gestão e planejamento dentro da prefeitura”, comentou a secretária.

Para o presidente do Grupo Áquila, Rodrigo Godoy, a Prefeitura de Manaus é exemplo de interesse em realizar uma gestão de excelência, buscando sempre alcançar resultados cada vez melhores. “Uma capital que teve a melhor evolução no Idebe foi considerada a melhor em gestão fiscal é um fato fantástico. Isso se deve à inciativa de melhorar, cada vez mais, o serviço prestado à população e deve ser reconhecido”, destacou.

Nova política

Também presente ao evento, o senador Antônio Anastasia (PSDB) destacou a importância da construção de um novo cenário político no País. Para ele, é necessária uma mudança de comandos, vocacionada à simplicidade, à celeridade e à eficiência, com novos líderes e novas ideias.

“O Estado deve ter foco na boa gestão e, sobretudo, com liderança inovadora, robusta e criativa, com profissionais de alto nível. O Brasil tem isso às mãos cheias e a prova está aqui, inclusive no auditório desse evento. De fato, é a hora do basta e não é difícil fazê-lo”, estimou o senador.

*Com informações da assessoria

Roberto Brasil