Galeria dos Remédios é o segundo shopping popular a promover o resgate de prédios históricos do Centro

By -

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????O próximo shopping popular a ser entregue na capital amazonense, a Galeria dos Remédios, é mais um dos projetos da Prefeitura de Manaus para a revitalização e requalificação dos imóveis do Centro. O trabalho direciona-se a prédios antigos, que são parte da história da cidade. Com mais de sete mil metros quadrados de área no total, a Galeria dos Remédios está localizada na Rua Miranda Leão, Centro. A estrutura de sua primeira etapa é o antigo Posto Sete.

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

A segunda  compreenderá o prédio do Acrópole, que funciona hoje como camelódromo da Miranda Leão e onde estão realocados provisoriamente alguns dos trabalhadores que deixaram as vias do Centro. Depois de os comerciantes serem transferidos para a estrutura definitiva da primeira etapa, começarão as obras da segunda fase.

O projeto da obra foi desenvolvido pelo Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb). Quando estiver pronta, a galeria terá capacidade para receber 526 microempreendedores em suas duas etapas. A primeira será concluída e entregue em outubro.

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

A empreitada segue em ritmo acelerado e o projeto inicial de quatro andares, incluindo o terraço com vista plena para o rio Negro, deve ganhar mais 1,7 mil metros quadrados, somados aos 6 mil das primeiras plantas. A ampliação servirá para aumentar o fluxo de circulação de pessoas no interior dos edifícios, com saída bem em frente ao Mercado Adolpho Lisboa, pela rua Marquês de Santa Cruz.

Neste espaço serão instalados 162 boxes, contando com átrio, área aberta para eventos, ala de serviços especializados (como bancas de revista, conserto de roupa e reprografia) e três pavimentos, tendo conexão com os outros dois prédios em quatro andares.

A Galeria dos Remédios é construída em blocos. Em seu projeto, foram aproveitadas a base e pilares do Posto Sete, utilizando nas novas intervenções estrutura metálica, agilizando a construção, que conta com módulos pré-fabricados.

A fachada dos fundos tem o máximo de abertura de vãos em janelas de vidro com abertura, para entrada do vento que vem do rio, aumentando a ventilação no imóvel a partir do terceiro andar. A fachada de entrada terá elementos vazados, também para a saída do ar, tipo cobogó, em cerâmica, numa estrutura pré-fabricada metálica.

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

“Todo o conjunto e o alinhamento da galeria estão baseados nas fachadas históricas da rua, criando uma harmonia, se destacando na via, mas sem destoar das demais edificações”, explica o diretor de Planejamento Urbano (DPLA), Laurent Troost. O Implurb tem feito o acompanhamento diário da empreitada durante a execução do projeto.

Profissionalização

Além de receber com estrutura adequada os trabalhadores que deixaram ruas e avenidas do Centro, a ocupação destes espaços mostra que é possível fazer resgate histórico e contemporâneo. No prédio do Acrópole apenas a fachada é tombada, sendo o imóvel do início do século.

O projeto do Implurb prevê a recomposição de vãos históricos que foram destruídos no térreo. O primeiro andar será restaurado e a fachada, internamente, ficará solta do mezanino, em evidência.

No antigo Posto Sete, edificação dos anos 70, funcionava uma oficina de carros, com elevador para automóveis. Agora, o elevador dará lugar à escada da galeria.

Atrativos

Além da variedade de produtos de comércio popular e ala de serviços, a Galeria dos Remédios terá praça de alimentação, um amplo PAC, caixas 24 horas, guichê para venda de passagens de barco e mirante com área de alimentação.

Mario Dantas