FVS realiza treinamento no novo sistema de informações de vetores-malária

By -

malaria2Com a finalidade de capacitar os técnicos e coordenadores dos programas estaduais de controle da malária, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Susam) realiza capacitação no Novo Sistema de informações de Vetores-Malária, no período de 21 a 25 de novembro, durante todo o dia, no auditório da instituição. 

De acordo com o diretor-presidente da FVS, Bernardino Albuquerque, o treinamento busca capacitar tecnicamente os gestores de informação da Amazônia e também dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dsei). “São técnicos dos nove estados que compõem a Amazônia Legal, lugares onde a malária é um problema sério, que tem como principal ferramenta de controle da endemia, o uso de informações entomológicas para ações de combate”, salienta.

Segundo o gerente doenças transmitidas por vetores (GDTV- Malária), Elder Figueira, o Amazonas reduziu 40% dos casos da doença tendo com enfoque estratégias específicas em áreas endêmicas apresentadas via sistema. “Esse é o melhor resultado dos últimos seis anos para o Estado, porém, alguns municípios aumentaram os números de casos e por isso, é essencial a atualização de estratégias para enfrentar os desafios de combater a malária em áreas endêmicas”, destaca Figueira.

Ao todo são 35 participantes oriundos da região Amazônica composta por: (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), que juntos são responsáveis pela a maioria dos casos de malária no país.

Em 2016 foram notificados no Amazonas em torno de 39.565 casos contra os casos registrados de 65.280 no mesmo período de 2015, com redução de 40%. A malária tem  tratamento eficaz e gratuito.

Roberto Brasil