FVS realiza Seminário pelo Dia Mundial de Luta contra a Malária

By -

malaria-dia-de-combateA Fundação de Vigilância de Saúde (FVS), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), realiza na segunda-feira (25), o 1º Seminário Estadual alusivo ao Dia Mundial de Combate à Malária, evento que reunirá especialistas de referência nacional no tema. Durante o seminário, será lançado o aplicativo Malariatrat, desenvolvido pela Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), em parceria com a FVS. A ferramenta, voltada para profissionais de saúde, reúne informações sobre os protocolos de tratamento da doença, definidos pelo Ministério da Saúde.

A abertura do seminário, que aconteceu às 8h30, no auditório do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), contou com a presença do secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza e do diretor-presidente da FVS, Bernardino Albuquerque. O Cetam fica na avenida Dom Pedro, 2.354, bairro do mesmo nome.

O secretário Pedro Elias ressalta que vários esforços têm sido feitos pelo Governo do Estado, em parceria com os municípios endêmicos, no sentido de fortalecer as ações de controle da Malária. Ele observa que, neste ano, até o momento, foram investidos pelo Governo aproximadamente de R$ 4,2 milhões, nas ações de combate e controle da doença. Esses recursos têm sido disponibilizados para os municípios por meio da aquisição de equipamentos, material permanente, insumos estratégicos, equipamento de proteção individual (EPIs), veículos, motocicletas e embarcações. “Nossa meta é fechar o ano com uma redução de 20% no número de casos de Malária, em relação ao ano passado. Mas para alcançarmos esses indicadores, o trabalho deve ser executado de forma comprometida pelos municípios”, salienta.

Durante 2015, foram registrados 73.744 casos de Malária no Amazonas. No primeiro trimestre deste ano o Estado registrou 9.927 casos confirmados da doença, sendo 2.583 em Manaus; 2.354 em São Gabriel Cachoeira; 427 em Guajará; e 397 em Lábrea.

Bernardino Albuquerque explica que este 1º Seminário Estadual alusivo ao Dia Mundial de Combate à Malária contará com a participação de especialistas convidados. Dentre eles, os pesquisadores José Rodrigues Coura, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/RJ) e Oscar Lapouble, consultor nacional em Malária da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). A coordenadora do Plano Nacional de Controle da Malária, Paola Marquesini, também confirmou presença. “É uma oportunidade de reunir estes especialistas de referência nacional, com grande contribuição no meio científico voltada para o combate à Malária, e nossos técnicos, que executam essas ações nos municípios do Amazonas”, disse o diretor da FVS.

Entre os temas a serem abordados no evento, foram incluídos: “Determinantes Sociais da Malária na Amazônia”, “Desafios para o controle da Malária no Brasil frente às metas de sustentabilidade OMS 2016/2030”, “Avanços e desafios no diagnóstico e tratamento da Malária no Brasil”, entre outros.

Aplicativo – Segundo o chefe de Departamento de Vigilância Ambiental da FVS, Cristiano Fernandes, o aplicativo“Malariatrat”, que será lançado durante o seminário, irá permitir aos profissionais de saúde ter acesso universal ao protocolo do Ministério da Saúde, com todos os dados referentes à forma mais adequada para o tratamento de pacientes com Malária. Há informações como o cálculo da medicação compatível com o peso do paciente e o tipo do plasmódium causador da Malária. “É uma ferramenta que poderá ser usada em qualquer parte do País, orientando, por exemplo, os profissionais que não trabalham rotineiramente com casos da doença”, explicou Fernandes.

Roberto Brasil