Fundação Alfredo da Matta leva jornada de atendimento ao bairro Cidade Nova, no sábado (17)

By -

informa-blogdafloresta2014

A Fundação Alfredo da Matta (Fuam), vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam), promove no sábado (17), das 8h às 12h, uma jornada de Atendimento Dermatológico, que acontecerá na Escola Estadual Cet Marcantônio Vilaça II, localizada na av. Max Teixeira,1.950 – Cidade Nova I.

De acordo com o diretor-presidente da Fuam, Helder Cavalcante, a ação tem como instituições parceiras a Polícia Militar (PM) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Durante a jornada serão ofertados atendimentos médico, de enfermagem, testagem rápida para diagnóstico de HIV e Sífilis, vacinação contra o HPV (para as meninas de 11 a 13 anos), entre outros serviços.

O diretor destaca que este é o sexto mutirão de atendimento que a Fuam leva à comunidade, neste ano, seja com equipes próprias ou em parceria com outras instituições. “Estas ações já somam mais de 2,3 mil atendimentos, entre consultas médicas ou de aconselhamento e exames. Duas das ações aconteceram em municípios da região metropolitana: Presidente Figueiredo e Itacoatiara”, frisou Helder Cavalcante.

Na parte educativa, a jornada do próximo sábado oferecerá palestras e aconselhamento nas áreas de dermatologia – com ênfase na Hanseníase – e das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), além distribuição de preservativos. O diretor da Fuam ressalta que a atividade já integra as ações de sensibilização alusivas ao Dia da Sífilis Congênita (17 de outubro) e Dia Nacional da Sífilis (20 de outubro).

A gerente de Epidemiologia da Fuam, Valderiza Pedrosa, explica que, na unidade, que é uma das referências da rede estadual de Saúde para o diagnóstico e tratamento de ISTs, houve aumento no registro de casos de Sífilis. Até setembro de 2015, foram diagnosticados 522 casos da doença, o que já representa um aumento de 4,6% em relação ao ano de 2014”, informou. Do total de casos diagnosticados, 366 (70,1%) foram em homens e 156 (29,9%) em mulheres. Dentre as mulheres 08 (5,1%) casos foram em gestantes.//Mercedes Guzmán

Mario Dantas