Fugitivo do Ipat ‘resolve’ se entregar

By -

Bryan ficou foragido por três meses

O fugitivo do Amazonas mais procurado e comentado nas redes sociais nos últimos meses, Brayan Bremer Quintelo Mota voltou ao Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), no km 8, da rodovia Br-174, na tarde desta quarta-feira (29). Após quase três meses de liberdade, o detento – que fugiu por um túnel e publicou fotos no Facebook no meio da mata e comendo jaca – se apresentou voluntariamente na unidade prisional acompanhado de um advogado.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Brayan Bremer foi encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) da secretaria para os procedimentos de triagem e, posteriormente, será conduzido novamente ao Ipat.

Segundo o advogado de defesa de Bryan, Cândido Honório, nesta tarde, a mãe do foragido procurou o advogado pedindo que ele o representasse. Segundo ela, Bremer queria se entregar no presídio.

“Nós combinados que ele iria se entregar hoje a tarde e assim o fizemos. Ele já passou pela triagem e passará a noite hoje na UPP (Unidade Prisional do Puraquequara). Amanhã é que vão decidir se ele vai ficar preso em outra unidade prisional”, informou.

Ainda segundo o advogado, Bryan alegou que fugiu do Ipat porque temeu ser morto durante a rebelião. “A fuga dele é uma falta grave, mas mesmo assim não impede que ele ganhe uma progressão de pena”, afirmou.

Durante esse período, Bremer estava na casa de familiares em Manaus. Ele confessou que saia de casa, mas não com frequência, pois podia ser reconhecido.  O fugitivo disse ainda que ficou impressionado com a repercussão do caso na imprensa e, principalmente, nas redes sociais.

Fuga

No dia 1º de janeiro, Bremer e mais 85 detentos conseguiram fugir do Instituto Penal. Durante a fuga, o detento postou fotos, junto com outros presos, logo após escaparem da unidade. Em sua rede social, o detento, que cumpria pena pelo crime de receptação, relatou estar escondido na mata e sujo de barro. “Tamos todo sujo d barro (…) mas o q vale e a liberdade”, escreveu.

Em outra imagem ele aparece comendo jaca no meio da mata. A atitude do detento chamou a atenção e foi assunto na imprensa internacional. A fuga de Bryan ficou no trend topics do Twitter.

Inspiração de Jogo

A ação do fugitivo também rendeu crianção. Um jogo virtual foi lançado dias após a fuga e retrata, de forma ‘divertida’, a fuga de Brayan Bremer .

Na descrição do produto consta a seguinte mensagem: “Brayan Bremer e seus amigos decidiram escapar da prisão e seu dever é ajudá-lo a pular os muros”.

Recompensa

Ao ser um dos assuntos mais comentados no mundo, inclusive como personagem de memes, a localização de Bryan Bremer era um dos objetivos mais importantes da segurança pública do Estado. Inclusive, um capitão da Polícia Militar utilizou uma página pessoal para oferecer uma recompensa para quem divulgasse informações sobre o seu paradeiro.

EM TEMPO

 

Roberto Brasil