Fórum Lixo e Cidadania será reinstalado no dia 4

By -

Lixo-1

Durante reunião do “Fórum Municipal de Lixo e Cidadania”, realizada ontem pela prefeitura de Manaus e intermediada pelo deputado Luiz Castro (PPS), ficou acertada a reinstalação do Fórum para o próximo dia 4 de fevereiro, na sede do Ministério Público do Trabalho. Estiveram presentes na reunião, representantes do poder público, dos catadores de material reciclado, do Ministério Público e de entidades da sociedade civil organizada.

Além da data para a formalização do início das atividades do fórum, a reunião serviu para a definição dos nomes de quatro representantes dos núcleos de catadores de materiais recicláveis que farão parte da estrutura administrativa da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp).

A intenção é que a cidade participe ativamente da lei nacional nº 23.305/10, que tem como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável e uso de alguns instrumentos para que haja aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos.

Presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas e da Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo, o deputado Luiz Castro enfatizou a necessidade de união dos catadores com a Semulsp diante do desafio de mudar o quadro de aproveitamento de resíduos na cidade de Manaus.

“Saímos dessa reunião com um sentimento positivo para que a partir do dia 4 sejam ampliadas as interações entre catadores, prefeitura e demais entidades”, explicou Castro. O objetivo é que o manejo dos resíduos sólidos na cidade de Manaus seja feito em conformidade com a legislação nacional.

O Secretario Municipal de Limpeza Pública, Paulo Farias, explicou que na primeira reunião com Artur Neto já se falou na retomada do fórum e agora na segunda se pretende avançar na implementação da política nacional e para isto, duas questões são tratadas agora, uma referente a retomar as ações do Fórum onde a prefeitura está dando todo seu apoio e a outra trabalhar com os quatro representantes dos catadores de lixo (Centro sul, norte leste e oeste) para preencher as vagas que serão o enlace com o trabalho da prefeitura e outras instituições relacionadas com este trabalho.

Na reunião a Representante Regional dos Catadores de Lixo, Ireneide Lima explicou que tanto cooperativas como associações são as bases do trabalho e a relação do setor com as instituições do governo municipal se referiu à luta pela inclusão deste setor na sociedade como principal bandeira./// Mercedes Guzmán

Redação