Fórum de Autazes é construído em prazo recorde de sete meses

By -

a

No prazo recorde de sete meses, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), construiu o novo fórum do município de Autazes, localizado a 110 quilômetros de Manaus. A conclusão do prédio foi comunicada nesta quinta-feira, dia 28, pela desembargadora-presidente Graça Figueiredo, que vai marcar a data da inauguração para depois do período de Carnaval.

— Esta obra representa o cumprimento do compromisso assumido com os habitantes de Autazes e com a justiça do estado do Amazonas. A parir de agora, o jurisdicionado que for buscar justiça naquela Comarca, será atendido em um lugar digno, que oferece condições de trabalho aos magistrados e servidores do Judiciário no interior – disse a presidente ao anunciar a conclusão da obra.

Durante anos, o fórum de Autazes funcionou em instalações cedidas pela prefeitura, que não ofereciam condições de trabalho aos magistrados e funcionários da justiça. Ao assumir a presidência, em julho de 2014, Graça Figueiredo garantiu que iria construir novos fóruns e reformar os que estavam em condições precárias ou sofriam com as alações durantes a enchente dos rios, seria uma de sua metas.

NOVO FÓRUM

Com 630m² de área construída, a obra no novo Fórum Dr. Aristófanes Bezerra de Castro, em Autazes, foi concluída em apenas sete meses. O local, além de estacionamento, tem em sua estrutura de duas varas, tribunal do júri, salas da OAB, Ministério Público e Defensoria, assim como arquivo e sala de CPD.

Com custo total de R$ 1.214.149,09 – verba oriundo do Fundo de Aparelhamento do Judiciário – , sem valores adicionais, a construção foi realizada pela IF Construtora.

A pedra fundamental do fórum de Autazes foi lançada no dia 23 de abril de 2015. Naquela ocasião, a presidente fez questão de ir ao município para participar da solenidade ao lado do prefeito José Thomé e do juiz da comarca, Glen Hudson Paulain. Foram mais de 11 horas de viagem, pela estrada, além da travessia de duas balsas.

b

Na ocasião do lançamento da pedra fundamental, a desembargadora deu um conselho à empresa responsável pela obra:

— Que os senhores procurem cumprir as metas traçadas no edital de licitação para que o fórum seja construído de forma correta, em tempo hábil e sem problemas em sua estrutura. A população de Autazes precisa saber que a Justiça sempre terá um braço estendido para os mais humildes.

Mario Dantas