Fiscalizações contra irregularidades nos serviços de transporte resultam em sete veículos apreendidos

By -
As operações abordaram 89 veículos

As operações abordaram 89 veículos

Durante operações de fiscalização para combater irregularidades nos serviços de transporte realizadas na noite da última sexta-feira, 17, e no sábado, 18, pela Prefeitura de Manaus, sete veículos foram apreendidos por fiscais da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). As apreensões aconteceram na área do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, zona Oeste, e na rua Floriano Peixoto, Centro.

Na operação feita no aeroporto, a blitz abordou veículos que prestavam serviços de táxis e fretamento. O principal motivo para as apreensões foi a não apresentação do documento de identificação obrigatório do taxista emitido pela SMTU, conhecido como “Carteirão”. Em uma das abordagens, um veículo que realizava o serviço de frete sem estar registrado na SMTU foi retido para a regularização do cadastro.

Um microônibus que estava com documento de cadastro irregular e outros três taxistas que estavam com a renovação anual do “Carteirão” em atraso, tiveram os documentos retidos e deverão ser liberados depois que houver a regularização.

fiscalizacao-smtu-taxi-2Taxistas regularizados que trabalham no entorno do aeroporto aprovaram a inspeção. “Esse tipo de operação para pegar os clandestinos é ótima para a gente que se esforça para ter a documentação em dia”, disse José de Souza.

Na rua Floriano Peixoto, Centro, fiscais flagraram um táxi ‘pirata’. O veículo tinha todas as características de um táxi comum, mas era de categoria particular e não possuía nenhum registro na SMTU.

No total, as operações abordaram 89 veículos. No aeroporto além dos fiscais de transporte da SMTU, a blitz contou com participação de efetivo da Polícia Militar.
Operações como estas tem sido intensificadas pela SMTU, como explica a Chefe da Divisão de Fiscalização da SMTU, Claudete Sampaio. “Estamos realizando fiscalizações em vários modais de transporte. Nossas operações tem sido direcionadas principalmente a partir de denúncias que recebemos. Neste segundo semestre, novas medidas serão tomadas e a rigidez será maior em todas as áreas da cidade”, afirmou.

Roberto Brasil