Festival Folclórico do Amazonas começa hoje na Ponta Negra

By -

Em sua 61º edição, o Festival Folclórico do Amazonas, que será realizado pela primeira vez no Anfiteatro do Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste, trará de volta a tradicional apresentação dos grupos folclóricos em tablados, relembrando o início do festival, na década de 50.

A partir desta sexta-feira, 4/8, mais de 80 atrações passarão pelo palco, incluindo grupos das categorias Prata e Bronze, além da participação das Cirandas de Manacapuru e a banda Carrapicho. A programação será diária até o dia 16/8, a partir das 20h.

O diretor de Cultura da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) – órgão que promove o evento e apoia os grupos das duas categorias – Márcio Braz, destacou que o uso do tablado atende a um pedido dos grupos.

“Foi uma solicitação dos próprios  grupos folclóricos, pois queriam  voltar ao grande  tablado, como no começo  do Festival Folclórico do Amazonas  no ano de 1950.  Então, atendendo as solicitações estamos devolvendo ao festival o tablado. Mas, agora, em um dos principais cartões postais da cidade, a Ponta Negra”, ressaltou o diretor.

Para o tesoureiro da Liga Independente dos Grupos Folclóricos de Manaus (LIGFM), José de Arimatéia, se apresentar no tablado aproxima os brincantes do público, compartilhando a emoção do festival.

“Os brincantes precisam dançar sentido o público, olhando, vendo as reações. Sem contar que o som das danças no tablado dá o ritmo ao festival. Danças como o Cacetinho, por exemplo, têm como marca o som do tablado. Os grupos estão ansiosos para se apresentar na Ponta Negra”, contou.

A programação completa do 61º Festival Folclórico do Amazonas está disponível no Portal Viva Manaus, pelo link www.vivamanaus.com.

Banda Carrapicho

A abertura do maior festival folclórico da região Norte nesta sexta-feira, contará com o show da Banda Carrapicho, a partir das 20h.

“Eu vejo a participação do Carrapicho na abertura do festival folclórico como uma forma de propagar nossa cultura amazonense. Nós  que já  tivemos tantas chances de participar  de festivais  folclóricosem Manaus, dessa vez, abriremos esse tradicional festival agora na Ponta Negra. Observamos  que a produção  se agrega melhor, até  na questão  da aceitação  da própria  população.  Sem dúvida, vai ficar  muito mais bonito.  Nos sentimos honrados em  poder  abrir o festival com um show 100% Carrapicho”, comentou o líder  da banda, Zezinho Côrrea.

Feira Gastronômica

O 61º Festival Folclórico do Amazonas contará ainda com uma Feira Gastronômica de comidas típicas. A feira terá 30 barracas de doces, salgados e comidas típicas, como tacacá, vatapá, milho cozido, entre outras. Os preços variam de R$ 5 a R$ 15. As barracas funcionarão durante todo o período doFestival, de 4 a 16 de agosto, a partir das 20h.

Roberto Brasil