Feriado da Páscoa registra redução de infrações, segundo Detran-AM

By -

detran-infraçoesManaus teve um dos feriados de Páscoa mais tranquilo dos últimos anos. De acordo com balanço divulgado nesta segunda-feira, 28 de março, pelo diretor presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Leonel Feitoza, 106 motoristas foram autuados durante as fiscalizações da Lei Seca, realizadas entre a meia noite de quinta-feira, dia 24, e a madrugada de segunda-feira. No ano passado, segundo o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, no mesmo período, o órgão autuou 213 motoristas, sendo 78 deles por embriaguez ao volante, contra apenas 12, este ano.

Para Leonel Feitoza, apesar dos números apontarem uma redução pela metade no número de infrações e de 75% dos casos de embriaguez, a situação ainda é muito preocupante e requer que os órgãos de trânsito intensifiquem as ações de fiscalização e também de educação e conscientização de condutores e pedestres.

“Na Semana Santa, as pessoas ficam mais contidas, por conta de ser um feriado religioso, mesmo assim, os casos flagrados pelos agentes do Detran-AM chamaram atenção pelo grau de imprudência dos condutores, que, além de colocarem em risco a própria vida, ameaçam a vida dos próprios filhos, esposa e amigos”, pondera o dirigente do órgão, citando como exemplo o caso de um homem, flagrado no teste do bafômetro, que levava mulher e filhos no veiculo e que dirigia em alta velocidade pela avenida Torquato Tapajós, na madrugada do Sábado de Aleluia, dia 26.

As fiscalizações foram concentradas nas rodovias estaduais, AM-010 e AM-070 e também nas avenidas Torquato Tapajós, do Turismo, Grande Circular, Autaz Mirim Efigênio Salles e nas ruas centrais dos bairros de Petrópolis, Compensa e Vieiralves.

Sem habilitação – Além dos flagrantes de embriaguez ao volante, os agentes do Detran-AM flagraram motoristas dirigindo sem estar habilitados, conduzindo veículos com licenciamento em atraso, em  mau estado de conservação e também sem os equipamento de segurança obrigatórios. Por conta dessas irregularidades, 51 veículos foram apreendidos, sendo 19 carros e 32 motocicletas, além de 58 Certificados de Registro de Licenciamento de Veiculo (CRLV) e 23 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH).

Roberto Brasil