Feira apresenta produtos confeccionados por pacientes do Centro de Reabilitação

By -

feira-paciente-reabilitados 1Com o objetivo de divulgar parte do trabalho desenvolvido pelos pacientes nas oficinas terapêuticas, o Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz lançou essa semana o projeto piloto feira itinerante Art Motiva. O Centro de Reabilitação é uma unidade do Governo do Amazonas, administrado pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), por meio do Instituto Novos Caminhos – Organização Social, e está localizado no km 53 da rodovia AM-010, estrada que liga Manaus a Rio Preto da Eva.

A feira, organizada pelas oficinas terapêuticas oferecidas no Centro de Reabilitação, teve sua primeira edição no refeitório da unidade, nos dias 11 e 14, e permitiu a exposição peças únicas de vários artesanatos feitos pelos pacientes em tratamento. Arte em bambu, pintura em tela, biojoias, arte em fuxico e iguarias regionais, como bolos, tortas, sanduíches, foram exibidos na exposição.

feira-paciente-reabilitados 2Durante o evento que lançou o Art Motiva, o diretor da unidade Pablo Gnutzmann agradeceu a equipe responsável pela organização do projeto e enfatizou a importância do trabalho para os pacientes do Centro de Reabilitação. “A apreciação dos objetos expostos na feira Art Motiva é um fator motivador para os pacientes continuarem a realizar os trabalhos, o que funciona como coadjuvante no tratamento”, explicou.

feira-paciente-reabilitados 3Oficinas terapêuticas – Panificação e confeitara, pizzaiolo, corte e costura, cabeleireiro, informática, biojoias, artesanato, pintura, música e arte circense são as oficinas terapêuticas ofertadas no Centro de Reabilitação, onde os pacientes trabalham suas habilidades cognitivas e ainda têm a oportunidade de se profissionalizar, uma vez que a unidade de tratamento tem parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab), que garante aos paciente as certificações dos cursos.

O paciente Joel Vieira (nome fictício) afirma que se sente inspirado ao ver sua arte ser apreciada por outras pessoas. “Esse trabalho me ajudou a enxergar que todos nós temos capacidades que, muitas vezes, ficam escondidas pelo uso das drogas. Queria muito que minha família estivesse aqui para ver o quanto progredi”, ressaltou.

feira-paciente-reabilitados 4Ampliação – A feira acontecerá mensalmente e terá duração de dois dias. Futuramente, o projeto será ampliado e passará a ser apresentado em lugares como os Centros de Apoio Psicossocial (CAPs), policlínicas e Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, que são as portas de entrada para o tratamento no Centro de Reabilitação.

Roberto Brasil