Feijoada reúne Amazonino e lideranças do interior

By -

Autógrafos, selfies, abraços e palavras de apoio à reconstrução do Amazonas foram os “ingredientes” da feijoada promovida pelo senador Omar Aziz (PSD) e amigos ao governador eleito Amazonino Mendes (PDT), neste sábado. O evento ocorreu em uma casa de show, localizada no bairro Ponta Negra, Zona Oeste.

Prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, além de diversas lideranças do interior que, durante o pleito suplementar, abraçaram as candidaturas de Amazonino e do deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB), vice-governador eleito, compareceram à confraternização. “Quero externar não apenas a gratidão, mas eu quero passar a vocês a consciência de que não se arrependerão de ter votado no Amazonino. Quero agradecer a cada um de vocês que se uniram em prol da reconstrução do Estado. Quero dizer que sem vocês eu nada seria. Agradeço ao senador Omar por esta feijoada, de um gesto carinhoso”, destacou o governador.

Aos diversos prefeitos do interior do Amazonas, Amazonino Mendes ressaltou que os gestores terão acesso livre ao Palácio do Governo. “Serei um governador de todos os prefeitos. Eles terão as portas do Palácio do Governo abertas. Vamos fazer a ‘Ação Conjunta’ no interior, junto das prefeituras”, frisou.

O governador eleito fez questão de frisar aos convidados que não pensa em reeleição e que sua prioridade essencial é unir todas as forças para reorganizar o Estado. “Não tenho outra missão a não ser reconstruir o Estado. Estou focado na recuperação do Amazonas. Não posso ser candidato e fazer ao mesmo tempo uma boa administração. São duas coisas incompatíveis governar e pensar em reeleição”, finalizou.

Organizador do encontro, o senador Omar Aziz (PSD) informou que a feijoada foi uma maneira para reunir todas as lideranças do interior do Amazonas que participaram ativamente do processo eleitoral. Mais uma vez, o senador ressaltou que Amazonino Mendes foi a melhor escolha para reerguer o Amazonas. “Abaixo de Deus, com todo o respeito aos demais, mas somente Amazonino tinha a capacidade de tirar o Estado da situação em que se encontra. Só uma pessoa como ele, experiente, é capaz de reconstruir, de governar o Estado”, comentou.

(*com informações da assessoria)

Roberto Brasil