Família recebe ajuda para translado do corpo da jovem que teve morte cerebral no Rio

By -

Um prefeito do interior do Amazonas, sabendo da história da jovem Viviane, 26, que teve morte cerebral num Hospital de Niterói-RJ e a família não tinha condições para pagar a remoção do corpo, entrou em contato com a família e se responsabilizou pelo translado do corpo da moça para Manaus.

A ajuda foi intermediada pelo BLOGdaFloresta, que conhecendo a situação, apresentou ao prefeito, o qual se sensibilizou com o caso e resolveu ajudar.

Redação