Faltam promotores e juízes no interior

By -
Dep. Luiz Castro

Dep. Luiz Castro

Da Redação – Faltando apenas dois dias para as eleições 2014, em alguns municípios não há promotores do Ministério Público, nem juízes para fiscalizarem a propaganda eleitoral, dentre outras atividades prévias para o pleito. A denúncia foi feita pelo deputado (PPS) Luis Castro ontem (23), no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

O parlamentar manifestou sua preocupação, pois recebera denúncias de que no município de Envira dentre outros, a ausência de promotores e juízes às vésperas das eleições estaria sendo um problema. Um incidente ocasionado por um soldado que teria parado um carro e retirado a propaganda de um candidato foi o motivo para perceber a falta dos responsáveis pela fiscalização no município de Envira, neste sentido o deputado Luis Castro disse “imaginem o poder que passa a ter o Prefeito de um município quando não há representantes do Ministério Público ou do Tribunal de Justiça do Amazonas e o favorecimento para um determinado candidato, é uma falha grave”.

Explicou ainda que a ausência destas autoridades, acaba dando a uma facção do poder um excessivo peso que não cabe ao Prefeito, nem à Polícia Militar ou Civil nas tarefas de fiscalização da propaganda para o pleito do segundo turno nas eleições. “Compreendemos as dificuldades, mas tem que haver um plano para que não aconteça este tipo de situações” salientou.
O parlamentar apresentou à presidenta do TJAM, Graça Figueiredo, e ao Procurador do Estado, Fabio Monteiro, uma nota indicando esta preocupação e lembrando que o Ministério Público é o principal fiscal neste período pré eleitoral, solicitou também para não deixar as comarcas nem municípios sem promotores nem juízes. (Mercedes Guzmán)

 

Mario Dantas