Falta serviço de saúde e saneamento básico em Codajás

By -

amigos-solidarios-codajas-bdf05Da Redação – O Blog da Floresta esteve no município de Codajás, localizado no interior do estado do Amazonas nos dias (22 e 23) e a falta de atenção básica em saúde, saneamento básico, falta de incentivos aos agricultores e emprego foram as principais demandas da população. O registro foi durante a ação social na Primeira Igreja Batista com a equipe dos Amigos da Saúde em Ação Solidaria em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e os Amigos Solidários.

amigos-solidarios-codajas-bdf03A coordenadora Rosa Nobre informou que foram disponibilizados serviços de saúde e embelezamento e agradeceu pela hospitalidade. A equipe do Blog da Floresta observou muitas ruas intransitáveis, cobertas de lama e a telefonia nem a internet sem funcionamento, o registro de muitos pessoas que demandam uma renda fixa (emprego) ou incentivo para a agricultura, a maioria das mulheres conta com a bolsa família e vê como alternativa de ganhar dinheiro.

amigos-solidarios-codajas-bdf08Maria Candeia, moradora há cinco anos em Codajás afirma que o principal problema é a falta de saneamento básico, também atenção em saúde, as ruas não são asfaltadas embora o governador tenha estado lá e prometido trazer asfalto, mas até agora nada. “Nesta próxima eleição temos três candidatos a Prefeito e poderemos escolher bem para que a nossa cidade melhore”, disse.

amigos-solidarios-codajas-bdf07Medicina itinerante

O Dr. Israelson Taveira, nascido em Codajás, é um dos responsáveis do projeto social voluntário para levar saúde às comunidades carentes especialmente ribeirinhas e relatou que a ideia nasceu há um ano, atende pessoas da terceira idade. “Eles são carentes de atenção, eles são abandonadas e dedico especial atenção aos idosos, prevalecem as doenças cardiopatas e diabetes e no caso de outras patologias na população temos parasitoses e dermatoses. Vemos a necessidade de atenção básica de saúde e que doenças do coração podem ser evitadas para não ter no futuro pacientes crônicos e renais, outra dificuldade é a falta de saneamento básico, há carência de vitaminas também”, disse. Segundo explicou o médico isto poderia ser resolvido através do Núcleo de Atendimento à Saúde da Família (NASF).

amigos-solidarios-codajas-bdf02O Dr. Fabiano Neves disse que o serviço disponibilizado em Codajás de Fonoaudiologia é inédito graças a triagem realizada pela equipe de ‘Saúde em Ação’ da UEA a demanda foi identificada. “Problemas auditivos, gagueira e desenvolvimento na fala foram registrados e também é uma questão cultural o não acompanhamento das crianças devido à ausência dos pães, mas o normal é que até os 4 anos os meninos estejam falando”, salientou o médico.

amigos-solidarios-codajas-bdf09Justiça eleitoral transparente e célere

A missionaria Elieth Bastos Rocha Farias, da Igreja Batista de Codajás, afirmou que a realidade das crianças mudou depois que uma lei que impede a venda de cola foi aprovada. “Os usuários eram muitos, a maioria de pais separados, criam-se com os avós que não podem dar conta nem acompanhar o seu desenvolvimento, agora contamos com assistente social e psicóloga”, disse . Destacou o Projeto da saúde na escola que orienta as crianças que na maioria crescem soltas nas ruas e disse “os jovens hoje tem um olhar diferente com a internet, eles tiram melhores conclusões sobre os candidatos nas campanhas politicas, falta celeridade nas investigações por parte da justiça eleitoral, falta transparência nas campanhas politicas, pois a compra e venda de voto é muita”.

amigos-solidarios-codajas-bdf06Urucurituzinho: falta tudo

A comunidade de Urucurituzinho fica a duas horas de Codajás (transporte fluvial) produz farinha, malva, milho, jerimum e banana, isso quando o rio não alaga a comunidade. São 68 famílias e falta saneamento básico, água potável, o posto de saúde não funciona pela falta de insumos e remédios, bem como a escola municipal Virginia Medeiros da Silva encontra-se em total abandono.

amigos-solidarios-codajas-bdf01Maria Iria Menande de Abreu, 58, agente de saúde, e disse que nada pode fazer. “A falta de remédios é total na comunidade. Energia elétrica só a noite e temos que colocar diesel para que funcione o motor, pois aqui nunca chegou o Luz para Todos e nunca cumprem o que prometem as autoridades e nem os políticos. Temos duas escolas caindo aos pedaços e quando alguém adoece temos que levar até Codajás para ser atendido”.

amigos-solidarios-codajas-bdf10Três candidatos à prefeitura

Três candidatos irão disputar para a vaga de Prefeito de Codajás nas próximas eleições, Abraham Lincoln (PSD), Antônio Santos (PMDB) e Joel Oliveira (PROS). (Texto e fotos: MG)

Roberto Brasil