Falta de manutenção nas academias ar livre

By -

is

Da Redação – Uma boa iniciativa que algumas prefeituras brasileiras conseguiram colocar a disposição da comunidade fora as Academias a Céu Aberto, onde se escolhe um local apropriado e se cólica os equipamentos. Em muitas cidades litorâneas facilmente se observa a presença delas a colorir a paisagem, e sendo utilizadas pela população. De uso facilitado, os equipamentos são utilizados especialmente na prática de exercícios diários, que ajudam na conservação da Saúde das pessoas. Mas em Manaus a situação ficou complicada, pois muitas academias foram erguidas em local inapropriado e o que é pior, com equipamentos piratas, de procedência duvidosa e de péssimo aproveitamento, como constatou o especialista Jurandir Nunes, que é o representante da empresa líder do mercado de Academias a Céu Aberto. Jurandir Nunes, mostrou como exemplo a academia que foi erguida na Praça em gente ao Centro de Instrução de Guerra na Selva, o Cigs, no bairro de São Jorge, zona Oeste de Manaus.

Os equipamentos da academia estão todos com problemas, apresentam problemas de ferrugem e má colocação, o que se transforma na verdade em uma arma para quem cai utilizar esse material enferrujado e completamente deteriorando, Jurandir faz um alerta ais frequentadores principalmente aos pais que levam as crianças para se exercitar, “É importante a prefeitura municipal de Manaus prestar mais atenção nos equipamentos adquiridos para as academia só ar livre é maravilhosa, porém, requer uma melhor avaliação técnica dos equipamentos utilizados na construção das referidas academias” disse Nunes.
A prefeitura municipal está anunciado a construção de dezenas de Academias a Céu Aberto, que vai servir para população, mas se recomenda criteriosa avaliação na aquisição dos equipamentos.// Kennedy Lira

Mario Dantas