Experiência da Prefeitura em concursos atrai gestores do Amapá

By -
“Repassamos toda a nossa experiência nesse assunto e deixamos nossos contatos para a elucidação de quaisquer outras dúvidas”, destacou Marcelo Magaldi

“Repassamos toda a nossa experiência nesse assunto e deixamos nossos contatos para a elucidação de quaisquer outras dúvidas”, destacou Marcelo Magaldi

A experiência da Prefeitura de Manaus na realização de concursos públicos está servindo de referência para outros Estados. Desta vez, foi a realização do certame da previdência municipal que atraiu a atenção da Amapá Previdência (Amprev), que solicitou uma visita técnica ao órgão para conversar sobre a experiência e os procedimentos realizados no concurso realizado pela autarquia em março de 2015. 

O diretor-presidente da Manaus Previdência, Marcelo Magaldi, recebeu o diretor Financeiro e Atuarial, em exercício, e chefe da Divisão de Controle Atuarial e Mercado, Carlos Roberto dos Anjos Oliveira e o gerente Administrativo e Financeiro, Ivaldo Dantas, para conversar sobre o tema. Também participaram da reunião o diretor de Administração e Finanças da Manaus Previdência, Silvino Vieira Neto, e a assessora técnica Elaine Garcia. 

GESTORES-MANAUSPREVIDENCIA-AMAPA-01Temas como a legislação que amparou a realizado do concurso, a forma de transição dos aprovados para o quadro de efetivos e mudança da natureza jurídica do órgão predominaram no debate, que também abordou a necessidade de segregação de massas e o estudo atuarial em dia como itens fundamentais, entre outros, para a saúde financeira dos regimes previdenciários. 

“Repassamos toda a nossa experiência nesse assunto e deixamos nossos contatos para a elucidação de quaisquer outras dúvidas”, destacou Magaldi. “Saímos satisfeitos, pois obtivemos os esclarecimentos que procurávamos e que nos dá uma boa base para o concurso que pretendemos fazer ainda este ano”, disse o gerente Ivaldo Dantas, acrescentando que ainda não há data e nem número de vagas definidas para o concurso. 

GESTORES-MANAUSPREVIDENCIA-AMAPA-03Após a reunião técnica, os diretores conheceram a estrutura física da Manaus Previdência, ofuncionamento geral da instituição e seu moderno sistema de gestão, que passou a ser virtual, ampliando a segurança e a celeridade dos processos internos.

Conforme Oliveira e Dantas, o governo do Amapá possui 24 mil servidores na ativa. Na Amprev são 1.300 segurados, entre aposentados e pensionistas. Criada em julho de 1999 como ente de serviço social autônomo de natureza privada, é meta do órgão transformar-se em uma autarquia, a exemplo do que aconteceu com a Manaus Previdência no final de 2013. A Amprev possui, atualmente, 92 funcionários, entre celetistas e cargo em comissão.

Roberto Brasil