Ex-secretário de segurança pública receberá medalha do Ministério da Defesa

By -
Cel. Paulo Roberto Vital

Cel. Paulo Roberto Vital

O coronel da Polícia Militar Paulo Roberto Vital de Menezes é uma das autoridades agraciadas com a Medalha da Vitória concedida pelo Ministério da Defesa. A honraria será entregue no próximo dia 8, às 11h, no Rio de Janeiro (RJ).

Roberto Vital ingressou na PM há 30 anos e oito meses e é ex-secretário de Estado da Segurança Pública do Amazonas, cargo que ocupou de 2011 até janeiro deste ano. Natural de Manaus, ele é bacharel em direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A Medalha da Vitória em reconhecimento à atuação do Brasil em defesa da liberdade e da paz mundial, em especial na 2ª Guerra Mundial, foi criada por meio do Decreto nº 5.023, de março de 2004.

A honraria se destina a agraciar militares das Forças Armadas, civis nacionais, militares e civis estrangeiros, policiais e bombeiros militares e às organizações militares e instituições civis nacionais.

 Sobre o homenageado

Tem formação em criminologia pelo Instituto de Criminologia da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais (1990/1991) e em educação física pela Polícia Militar do Estado de São Paulo (1984/1985). Ele cursou aperfeiçoamento de oficiais pela PM do Paraná.

Coronel Vital foi subsecretário de Segurança Pública do Amazonas no período de 1995 a 2002 e secretário-executivo adjunto no período de novembro de 2004 a abril de 2011, quando foi nomeado titular da pasta.

 Filho de Ana Vital de Menezes e Paulo Ferreira de Menezes, o homenageado é casado com a senhora Marta Helena Jahn Vital de Menezes, com quem teve dois filhos: Paulo Eduardo e Luiz Gustavo.

Estudou no Seminário São José, da Arquidiocese de Manaus até 1968, em 1969 ingressou no Exercito Brasileiro. Entre o período de 1971 a 1972, serviu como 2º tenente no Comando de Fronteira do Solimões (CFSOL) do 1º Batalhão Especial de Fronteiras, em Tabatinga.

Em 1973, ao dar baixa do Exército Brasileiro, ingressou na Polícia Militar do Amazonas, mediante concurso público, no posto de 2º tenente.

Mario Dantas