Ex- prostituta Coroca agora é capa de jornal

By -

coroca2

A ex-prostituta Francisca Ferreira da Silva, de 32 anos, mais conhecida pelos clientes como “Coroca”, foi a mulher mais votada na eleição para o cargo de vereador realizada no último domingo (2), na cidade de Manacapuru (distante 88 km de Manaus).

Francisca “Coroca”, que concorreu no pleito pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), obteve 1.122 votos, que correspondem a 2,19% dos 51.246 votos válidos. “Manacá”, como Manacapuru é conhecida, é o quarto município com maior número de eleitores aptos a votar em 2016 no Amazonas, com 61.793.

A mulher é mãe de duas meninas de 10 e 6 anos e de um menino de 9 anos. Ela conta que foi para sustentá-los que precisou se prostituir. “Eu não tenho trabalho fixo, não conseguia arranjar um, mas precisava batalhar para criar os meus filhos”, justificou a agora vereadora.
O local em que Coroca buscava clientes é o Porto da Cidade, em frente à sede da Prefeitura de Manacapuru, onde ela é bastante conhecida.

coroca-1

Coroca evita falar sobre a antiga profissão, disse que quer deixá-la de lado e garantir uma vida confortável para os filhos, além de ajudar seus eleitores. “Em primeiro lugar tenho que agradecer à Deus pela oportunidade de deixar essa vida e agora poder ajudar as pessoas pobres da minha cidade”.

Sobre os projetos que têm para a cidade, aponta melhorias para seu antigo ponto de trabalho. Ela pretende propor a construção de uma escada para facilitar o acesso no cais e melhorar as condições de trabalho em geral.
A vereadora eleita mora em uma casa bastante simples, construída de forma mista com alvenaria e madeira, que fica localizada no bairro mais populoso, Liberdade, na periferia da cidade, onde ela mora com os pais, irmãos e os filhos.

Votação
Só pra ter ideia, o primeiro colocado, Alex Bezerra (PTB), recebeu 1.456 votos, 334 a mais que Coroca. A segunda mulher mais bem colocada na disputa, Valcileia (PMDB), teve 868 votos, 254 a menos que a ex-prostituta.

Quem ocupa uma das 15 cadeiras na Câmara Municipal de Manacapuru embolsa nada menos que um salário de R$ 7.890. Valor bem mais alto do que Coroca recebia pelos programas. Ela ainda terá direito a dois assessores parlamentares remunerados com dinheiro público.//Luzilaine Gomes

Mario Dantas