Ex-prefeito de Canutama vai à PF após tentar embarcar com 200 cheques no Aeroclube

By -

O ex-prefeito do município de Canutama, João Ocivaldo, do Partido Progressista (PP), foi conduzido para prestar esclarecimentos nesta sexta-feira (4), na sede da Polícia Federal do Estado do Amazonas (PFAM). O político estava com mais de 200 cheques no Aeroclube de Manaus, nesta sexta-feira, quando foi abordado pelos policiais.

O delegado da Polícia Federal, Pablo Oliva, ressaltou que depois das investigações não foi caracterizado crime eleitoral. “Tivemos uma situação com possíveis recursos para o interior do Amazonas, mas não foi confirmado. Os cheques são vinculados às contas e os advogados mostraram isso. Mas apreendemos documentos e podemos encontrar outros crimes na parte administrativa”, ressaltou.

O delegado acrescenta que as ações no combate da corrupção serão realizadas até domingo. “Podemos encontrar irregularidades na contratação de cabos eleitorais. Mas vamos investigar. Não foi configurado crime. Estamos investigando todos as saídas. O ex-prefeito veio por vontade própria”, disse.

Advogados da coligação da candidata Rebecca Garcia (PP) estiveram no local e afirmaram que não existiam nenhumas irregularidades nos cheques que estavam com o ex-prefeito.

Portal A Crítica

Roberto Brasil