Etapa de Motovelocidade é marcada por vitória de ‘personagem’ de filme americano e público comparece em peso

By -

Terceira etapa do Campeonato Amazonense de Motovelocidade

Adrenalina, velocidade e muitos tombos fizeram da terceira etapa do Campeonato Amazonense de Motovelocidade um sucesso, na noite deste sábado, dia 30, no Kartódromo da Vila Olímpica. A competição, que reuniu uma média de 25 pilotos, recebeu o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

 

A prova noturna consagrou um “dinossauro” das duas rodas. Com o nome de personagem de filme americano, Braddock, de 51 anos, liderou de ponta a ponta a categoria Super Moto. O apelido, dado em 2006 quando o mesmo ingressou na modalidade, foi por causa da barba grande, que se assemelhava com coronal das forças armadas, que no filme da década de 1980 tinha a missão de resgatar os soldados americanos prisioneiros no Vietnã.

Terceira etapa do Campeonato Amazonense de Motovelocidade

“Recebi o apelido porque só andava barbado. Agora estou cabeludo e sem barba, mas continuo atendendo por este eterno apelido”, contou aos risos o piloto, que por batismo recebeu o nome de Agenor de Paula.

 

Mas o perfil de líder na pista, com duas vitórias e um terceiro lugar no estadual reunindo as três etapas, não é nada parecido com o coronel de Holywood. Descolado, o cinquentão mostrou o lado brincalhão no esporte.

Terceira etapa do Campeonato Amazonense de Motovelocidade

“Estou na frente do segundo colocado há muito tempo (risos). Estou liderando, já ganhei duas provas. Na primeira etapa fiquei em primeiro, na segunda fiquei em terceiro por causa da chuva, e na chuva só de jet-ski, e agora ocupei novamente o lugar mais alto do pódio. Estou mais do que nunca na briga pelo título”, contou.

 

Quanto a vencer a terceira etapa, Braddock avaliou que a folga na pista o deixou tranquilo para completar a bateria. “Fiz a pole, fiquei em primeiro e liderei de ponta a ponta. No final já estava tirando era a mão para o pessoal encostar um pouco”, declarou o campeão, que ficou à frente de Joedir Martins e Mazinho, segundo e terceiro lugar respectivamente.

 

Público animado

Terceira etapa do Campeonato Amazonense de Motovelocidade

O ânimo da pista também contagiou o público presente, que apoio e empolgou os pilotos presentes.  “É muita emoção. Adrenalina pura. Teve tombo, ultrapassagens… foi uma corrida muito boa. Não deixa nada a desejar para outras competições”, disse o vendedor Gean Marcos, 37.

 

E não foram somente os homens que gostaram da competição pegando fogo. As mulheres também elogiaram a prova e estavam atentas  para não perder nenhum lance. “Nossa, amei. É muito legal. Meu amigo me convidou e aproveitei e trouxe minhas amigas. Na próxima eu volto”, disse a estudante de engenharia, Tayane Marques, 22.

 

De acordo com o Presidente da Liga Amazonense de Motociclismo (LAM), James Bala, a cada etapa o número de pilotos e de público vem surpreendendo.

 

 

“As disputas foram muito bonitas e acirradas. A cada corrida o número de pilotos cresce e o público vem em peso. Estamos muito felizes”, declarou.

Mario Dantas