Estudantes do PSDB são agredidos em congresso da UNE

By -

Cerca de 15 mil pessoas de todo o Brasil compareceram ao 55º Congresso da UNE sediado em Belo Horizonte, Minas Gerais, que se encerrou domingo, 18 de junho. Palestraram nomes famosos da política nacional como Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT), mas infelizmente a violência também marcou presença.

Aos gritos de “direita recua, a UNE não é sua”, a delegação nacional do PSDB foi surpreendida ao ser alvo de pedradas por parte de colegas ligados ao PCR (Partido Comunista Revolucionário) quando chegava no local do evento. Três militantes mulheres da Ação Popular ficaram feridas e uma das coordenadoras da Frente de Negros e Negras quase foi pisoteada.

Apesar de ter partido de um grupo isolado, atos como esse são preocupantes para o futuro do país pois se naquele que deveria ser o mais importante momento de debate da maior entidade de representação estudantil da América Latina o convívio democrático não for exercitado, onde mais ele será?// Luciano Farias

Roberto Brasil