Estudantes-atletas chegam do interior para participarem dos Jogos Escolares da Juventude, em Curitiba

By -

Na contagem regressiva para os Jogos Escolares da Juventude (JEJ/ categoria Infantil), os estudantes-atletas do interior começam a chegar na Vila Olímpica de Manaus para embarcar na próxima terça-feira, 12, para Curitiba (PR), onde acontece o evento nacional. Ao todo, o Amazonas conta com uma delegação de 180 pessoas, entre competidores e dirigentes, e uma das modalidades que promete trazer bons resultados é o Atletismo. Para ir à competição, os participantes recebem apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e Secretaria de Educação do Estado do Amazonas (Seduc).

“Todos os nossos atletas do Atletismo são do interior, ao todo nove. Acreditamos que isso é em decorrência da vivência desses meninos, que se comparados da Capital brincam mais, andam mais na rua, e com isso pulam, correm em dobro. É uma explicação que temos em relação ao sucesso dos classificados do Jeas (Jogos Escolares do Amazonas) para o JEJ e todos tem potencial para medalhar, até porque eles são muito competitivos. Os treinos estão acontecendo e as marcas vem surpreendendo”, destacou o responsável pela equipe, Alfredo Barbosa, de Barreirinha, que soma sete anos como Profissional de Educação Física.

Uma das classificadas para os Jogos Escolares e que chegou em Manaus na manhã da sexta, 08, é Manuela de Souza. A jovem de 14 anos é de Parintins e fez sua primeira participação no Jeas este ano, garantindo de cara a ida para Curitiba para representar o Amazonas. Ela disputará a prova de Salto em Atura e está animada em poder conhecer outro Estado através do Esporte.

Manuela de Souza

“Estou muito feliz de estar aqui em Manaus. Hoje mesmo já treinei na Vila e meu resultado vem melhorado. Na etapa final do Jeas marquei 1m38 e agora já estou fazendo 1m40, e acredito que a tendência é melhorar. É muito bom ter a oportunidade de participar de um evento tão grande lá fora e ainda poder conhecer outro Estado através daquilo que gosto de fazer, que é o Atletismo. Conheci o esporte ano passado, quando fazia salto em distância, e depois que vi um amigo fazendo o em altura mudei de prova e estou indo muito bem”, comentou a estudante do nono ano do Ceti Deputado Gláucio Gonçalves, que na capital amazonense já conheceu a Ponta Negra, Inpa e Ponte do Rio Negro.

Outro que está bastante confiante em fazer bonito é Elder Reis, 14, de Silves. O garoto da Escola Municipal José Vieira vai enfrentar as provas de 1000 metros e Salto em Distância. Ano passado, o jovem já havia participado do Jeas, mas ficou em terceiro lugar. Este ano, ele se deu bem ao cravar 1,57 e 5m18, respectivamente, e conseguiu ser classificado para o JEJ.

Elder Reis

“Eu estou muito feliz de poder estar aqui, é tudo diferente, mas muito legal. Tenho que me acostumar com a responsabilidade de me sair bem na prova, mas venho treinando para isso e falo todos os dias com meu técnico de Silves e com minha mãe, isso me acalma e me dá força. Nunca pensei que poderia sair daqui para competir e quero poder ter outras chances como essa. No JEJ, acredito que terei bons resultados, pois no Salto em Distância já passei de 5m18 para 5m57 nos treinos”, destacou.

Filha de um Profissional de Educação Física, Gabriele Cruz, 14, vai estrear no Jogos Escolares e leva consigo os conselhos do pai, que se divide em tambem ser técnico da primogênita. A cobrança, segundo a garota que é de Barreirinha, é forte, porém compensa no desempenho da atleta, que é atenta a alimentação, treino e descanso. A estudante da Escola Estadual Padre Seixas disputará três provas: 250m, 75m e 4x75m.

“Eu sei que vai ser bem difícil disputar três provas, é muita pressão, mas estou trabalhando bastante o meu psicológico para eu não ficar nervosa, principalmente com a minha primeira viagem de avião. Meu pai me passa muitos conselhos e foi ele quem viu que eu tinha jeito para o atletismo. Sei que ele vai ficar muito orgulhoso se eu ganhar e vou dar o meu melhor para isso. Estou atenta a tudo que possa melhorar meu rendimento e não vou perder o foco”, frisou.

JEJ

A etapa do JEJ Infantil, para atletas de 12 a 14 anos, será realizada entre os dias 12 e 21 de setembro. Porém, mesmo antes de começar, a competição já está batendo recordes importantes.

Ao todo, a delegação amazonense vai disputar 12 modalidades, sendo: Natação, Judô, Badminton, Atletismo, Luta Olímpica, Ginástica Rítmica, Basquete, Tênis de Mesa, Xadrez, Vôlei, Handebol, e Futsal, nos naipes masculino e feminino. Além dos estudantes-atletas da Capital, a equipe ainda tem a participação de competidores do interior do Estado, vindos de Manacapuru, Parintins, Barreirinha, Iranduba, Silves, Humaitá e Maués.

Roberto Brasil