Estudante vence trauma da violência e brilha na 3ª Copa Fort de Judô

By -
"Passei a praticar o esporte como forma de defesa pessoal”, revelou Fred Pulse

“Passei a praticar o esporte como forma de defesa pessoal”, revelou Fred Pulse

Ele começou no esporte após ser vítima de um assalto e hoje colhe as primeiras medalhas nas categorias de base do esporte olímpico. O estudante-atleta Fred Pulse, de 12 anos, foi um dos destaques da 3ª Copa Fort Judô Clube, realizada neste sábado, 3 de outubro, no Colégio Connexus/Bebê Bombom, no São Francisco, Zona Centro-Sul de Manaus.

Fred é atleta do Projeto Baré de Judô (Hileia) e começou a praticar a modalidade para se curar do trauma da violência e ter uma atividade física saudável. “No começo do ano, um grupo de delinquentes me cercou, tentou tomar minhas coisas e, infelizmente, não tive como me defender. Depois descobri o projeto social de judô e passei a praticar o esporte como forma de defesa pessoal”, conta o menino, que cursa o sétimo ano do Ensino Fundamental na Escola Estadual Olga Falconi (Redenção) e é treinado pelo renomado professor Adriano Rodrigues, judoca amazonense com passagem pela seleção brasileira sênior.

fred-judo-2O que era um pesadelo está se transformando num sonho. De forma surpreendente, Fred venceu a final da categoria Infantil até 48 kg contra Paulo Neto (Fort Judô) e conquistou a medalha de ouro da competição.

Feliz da vida, ele comentou o resultado e a inspiração no mestre dos tatames. “Respirei melhor e conseguir aplicar minha técnica para vencer. Fica fácil quando você tem um professor tão bom como o Adriano. Eu me inspiro nele e quero superá-lo no esporte”, disse o jovem campeão, que também pratica capoeira.

fred-judo-3Nova geração

Segundo o organizador da 3ª Copa Fort Judô Clube, sensei Aron Oliveira, aproximadamente 100 judocas de 4 a 13 anos participaram da competição.

O campeonato apresentou a nova geração e também premiou os seguintes atletas como destaques individuais: Daniele Magalhães (melhor ippon do Sub-11), Gabriel Romano (melhor técnica do Sub-11), Pedro Gomes (melhor ippon do Sub-14) e Leonardo Vale (melhor técnica do Sub-14).

Roberto Brasil