Estudante da rede estadual do Amazonas é selecionada para participar de encontro do UNICEF no Azerbaijão

By -
“Iremos discutir o direito ao esporte seguro e inclusivo no Azerbaijão", disse Rayanna

“Iremos discutir o direito ao esporte seguro e inclusivo no Azerbaijão”, disse Rayanna

Cursando o 2º ano do ensino médio no Colégio Amazonense Dom Pedro II, localizado no centro de Manaus, a estudante Rayanna Vinente, 16, faz parte do grupo de jovens selecionados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para representar o país no Azerbaijão (Ásia Ocidental). A ação é parte das atividades da Rede de Adolescentes e Jovens pelo Direito ao Esporte seguro e Inclusivo (Rejupe), da qual a aluna é integrante.

Através da Rejupe, entidade que promove atividades em prol da defesa e promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo para adolescentes de todo o Brasil, Rayanna Vinente, juntamente com outros jovens, levará um pouco da experiência que o país vivenciou ao sediar a Copa do Mundo.

“Iremos discutir o direito ao esporte seguro e inclusivo no Azerbaijão, país que sediará, nos próximos anos, grandes eventos esportivos, entre eles os Jogos Europeus. Como nosso país sediou a Copa do Mundo, discutiremos um pouco sobre a nossa experiência, para que os jovens do Azerbaijão possam compreender o legado positivo envolvendo eventos desse porte”, explicou a estudante.

Promovido pelo UNICEF, o evento “Consulta com Adolescentes sobre o esporte seguro e inclusivo”, acontecerá no período de 5 a 14 de junho e reunirá jovens de todas as partes do mundo.

estudante-Rayanna-Vinente-02Expectativa – A estudante conheceu a Rejupe por meio de amigos e, como sempre teve interesse por questões políticas e sociais, inclusive em projetos na escola, logo começou a frequentar os eventos e reuniões mais frequentes da Rede.

Sobre estar entre os jovens que terão a oportunidade de participar desse evento, ela afirma que será uma experiência gratificante. “Para mim, é muito gratificante estar entre os jovens selecionados para viver essa experiência. Teremos a oportunidade de compartilhar com jovens de outros países o legado que esse grande evento nos trouxe, além de representar a Rede (Rejupe) em um evento internacional”, ressaltou Rayanna.

Ainda de acordo com a estudante, essa é uma oportunidade que muitos jovens deveriam buscar, principalmente pela troca de experiências que o intercâmbio proporciona. “Acredito que eventos como esse abrem muitas portas, pois você entra em contato com pessoas que vivem diferentes realidades, tendo a oportunidade de discutir seus direitos e fazê-los tornarem-se efetivos”, concluiu.

Rejupe – Incentivar a participação cívica dos adolescentes para a defesa e promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo e favorecer o contato dos adolescentes brasileiros com autoridades responsáveis pelo esporte e que defendem os direitos das crianças e dos adolescentes são alguns dos principais objetivos defendidos pela Rejupe.

Roberto Brasil