“Estou profundamente abalada e triste”, diz Ana Hickmann após ataque de fã

By -
Ana Hickmann ao lado da cunhada e empresária Giovana Oliveira, baleada pelo fã Rodrigo Pádua

Ana Hickmann ao lado da cunhada e empresária Giovana Oliveira, baleada pelo fã Rodrigo Pádua

A apresentadora Ana Hickmann falou neste domingo (22) pela primeira vez sobre a tentativa de homicídio que sofreu em Belo Horizonte no último sábado. Ana participava de um evento na capital mineira quando foi feita de refém por um fã armado no hotel em que estava hospedada. Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, foi morto pelo cunhado de Ana, Gustavo Côrrea.

“Nunca pensei que isso poderia acontecer! Nunca pensei que o ser humano fosse capaz disso! Foi terrível! Estou profundamente abalada e triste! Só peço que todos rezem por minha cunhada para que ela se recupere logo”, disse a apresentadora em comunicado enviado à imprensa.

Segundo a nota, Ana já está em sua residência em São Paulo e “se recupera do fatídico dia”. Giovana Oliveira, assessora de imprensa e cunhada de apresentadora, continua internada no hospital Biocor em Belo Horizonte. Ela foi baleada no abdome e no braço, passou por uma cirurgia, mas seu estado de saúde é estável.

Anna Hickmann e os cunhados, Gustavo e Giovana, estavam em Belo Horizonte para fazer o lançamento de uma coleção de roupas da apresentadora. Por volta das 14h de sábado, Rodrigo, que usou um nome falso para se hospedar no mesmo hotel que Hickmann, abordou Gustavo e o levou até o quarto da ex-modelo.

Segundo o Boletim de Ocorrência, Rodrigo mantinha Ana e os familiares como reféns quando Gustavo se levantou e conseguiu desarmá-lo. “As vítimas saíram correndo do apartamento, e Gustavo entrou em luta corporal, conseguindo desarmar o agressor”, diz o documento.

“Aberração”

Ainda no sábado, o cunhado de Ana Hickmann usou o Instagram de Giovana para se pronunciar sobre o ataque. “Caros amigos, é o Guto. O que houve foi sem precedente, uma aberração. Agradeço o apoio, lamento não poder atender a todos. Com certeza meu amor sairá dessa em breve”, escreveu.

O empresário Alexandre Côrrea, irmão de Gustavo, também comentou o assunto no Instagram. “Reza a regra da vida que todo irmão mais velho é o herói do mais novo. Errado, meu irmão é o meu herói. Guto, eu te amo”, escreveu. Em entrevista após deixar a delegacia que investiga o caso, Alexandre disse que “só um profissional da área” pode responder sobre o estado de saúde de Ana e do irmão.

“Isso é história da vida. Não é brincadeira, briga de boate, é história da vida. Uma coisa tão grave que a gente precisa olhar para isso e entender que o mal existe. A partir do momento que você concebe isso, precisa dar dois passo para trás e olhar para situação com os olhos do bem”, disse Alexandre.

Fã era obcecado

Rodrigo Augusto, o fã que tentou matar Ana, mantinha vários perfis em redes sociais dedicados à apresentadora. Após reconhecer o corpo, Helisson Augusto Pádua, irmão de Rodrigo, disse em entrevista exibida pelo programa “Brasil Urgente”, da Band, que a família descobriu recentemente as mensagens que ele enviava para a apresentadora. Rodrigo teria vendido todos seus pertences em Juiz de Fora para ir atrás da apresentadora em Belo Horizonte.

Roberto Brasil