Esquadrilha da Fumaça faz apresentação em Manaus

By -

O último show da Esquadrilha da Fumaça em Manaus foi há 10 anos (Foto: Reprodução/Internet )

Em comemoração ao 144º aniversário do aeronauta e inventor brasileiro Santos Dumont, o 7º Comando Aéreo Regional da Forca Aérea Brasileira (7º Comar) vai realizar uma apresentação militar de grande porte na quinta-feira (20),  às 15h30. O espetáculo ficará por conta do Esquadrão Demonstração Aérea, na praia da Ponta Negra, Zona Oeste.

Popularmente conhecido como “Esquadrilha da Fumaça”, o grupo retorna a cidade após dez anos sem se apresentar por aqui. Em grupo, os sete  pilotos treinados utilizarão as aeronaves para realizar acrobacias e demonstrar a segurança dos equipamentos, com objetivo de desenvolver o sentimento patriotico nas novas gerações admiradoras da Aeronáutica.

Segundo o  comandante do 7º Comar, Waldeísio Ferreira Campos, a apresentação é importante  não apenas para a Força Aérea, mas para todo o País. Para ele, figuras nacionais como Santos Dumont devem ser motivo de orgulho, pois representam a capacidade civil e militar do povo brasileiro.

“Este será um evento fora das paredes do nosso quartel-general, em que a população, de todas as faixas etárias, vai poder presenciar e dar valor a personalidades históricas como Dumont, para que não caiam no esquecimento. Nosso propósito é cultivar símbolos nacionais e despertar o interesse e identificação pela aviação”, ressalta Campos.

O evento vai iniciar com uma cerimônia solene para entrega de condecoração à pessoas que se destacam na área da aviação, prestando serviços à comunidade amazonense. Após a solenidade, haverá uma apresentação com paraquedistas profissionais.

Para a execução integral do evento, serão destacados 700 militares da Força Aérea até o local. O espetáculo contará também com o apoio de órgãos de segurança e transporte do Governo do Estado, como o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) e a Polícia Militar do Amazonas (PM), que estarão divididas por toda a área da Ponta Negra e Rio Negro, para eventual proteção dos pilotos.

“Esquadrilha da Fumaça”

A Esquadrilha da Fumaça começou pela iniciativa de instrutores de voo que, nas horas de folga, treinavam acrobacias em grupo, com intuito de incentivar os cadetes a confiarem na segurança da pilotagem. O grupo é um dos principais dedicados a este tipo de serviço militar em todo o mundo. Seus pilotos ficam, em média, cinco anos na equipe.

O verdadeiro inventor

Questionado sobre a relevância de Santos Dumont na aviação, em relação à polêmica que dá os créditos ao pioneirismo aos ir mãos norte-americanos Wilbur e Orville Wright, o major-brigadeiro Waldeísio Campos afirma que estes foram apenas catapultados. “Dumont foi o primeiro a criar uma maquina capaz de alçar voo, ser controlada e pousar”, disse.

PORTAL A CRÍTICA

Roberto Brasil