‘Espero que a próxima legislatura seja mais propositiva e menos subserviente’, diz Waldemir José

By -
Waldemir José

Waldemir José

Da Redação – Nesta sexta-feira (02), o Blog da Floresta recebeu o candidato a vereador Waldemir José (PT) que prometeu seguir lutando para que a população manauara seja atendida nos serviços básicos, como água e esgoto, transporte, saúde, educação, entre outros. Ele é reconhecido hoje como um parlamentar atuante tanto na apresentação de leis em beneficio da população, bem como na fiscalizado dos serviços públicos tanto na área urbana como nas comunidades ribeirinhas.
O candidato explicou que para podermos entender o que está em jogo nesta eleição a população tem que saber que no período 2017 a 2020 a Prefeitura de Manaus irá arrecadar cerca de R$ 20 bilhões. “O sistema de água e esgoto tem dois a três bilhões a serem gastos. Se por um lado são negócios para alguns, por outro lado são necessidade de serviços gastos para outros”, destaca.

waldemir-jose-blogdafloresta 7No trabalho do parlamentar encontra-se emenda à Lomam já aprovada e que garante os direitos dos indígenas em Manaus como reconhecimento cultural e histórico desta população. Explicou que outra Proposta de Lei que foi enviada ao Prefeito como indicação para a inclusão dos catadores de lixo não foi aprovada. “Estas pessoas arrecadam para as empresas R$ 10 milhões por ano, no entanto não recebem nada em troca. São 300 catadores em Manaus que realizam um importante trabalho e não são reconhecidos”, disse.

Tarifa social para as famílias carentes

Outra frente é a tarifa social da água que devia ir para mais de cem mil famílias, no entanto a empresa Manaus Ambiental apenas atende cinco mil e foi solicitado por ele a divulgação do critério de seleção destas famílias assim como o beneficio para todas. “Só para ter um exemplo, na zona Leste as famílias que pagam R$ 40 passariam a pagar R$ 13. A meta neste próximo ano é de continuar esta cobrança para que a empresa não desvie este dinheiro para outros fins”, afirma

waldemir-jose-blogdafloresta 8Comunidades ribeirinhas: abandono

O candidato explicou que a maioria da população não sabe que Manaus tem 100 km de comunidades ribeirinhas. Uma área extensa onde habitam 10 mil pessoas nas margens do rio Negro e Amazonas. Ele relata, por exemplo, que fiscalizou 27 comunidades, onde constatou a deterioração e abandono em que se encontram. Relatou os fatos ao Poder Executivo Municipal. Voltou tempos depois para para conferir o grau de solução nos problemas relatados. “Encontramos equipamentos (computadores e outros de saúde) encaixotados, obras paradas com material de construção fora de validade, unidades escolares bonitas, mas abandonadas. Isto é muito grave, pois quem se beneficiou foram empresas e a população continua esperando estes serviços. Represento pessoas que confiaram a mim o poder de representá-las e assim tem sido. Vou lutar contra esses desmandos”, afirmou.

O registro da falta de reconhecimento destas comunidades ribeirinhas visitadas (Amazonino Mendes, Nova Esperança, Baré, Santa Rosa, etc) pela Prefeitura de Manaus foi nas Audiências Públicas, onde os moradores falaram do drama em que vivem pela falta de serviços básicos. “Estou preocupado com a situação das comunidades indígenas que tinham um projeto do Governo Federal para a criação de escolas diferenciadas e que a Prefeitura encampou e há três anos esta parado”, frisou.

waldemir-jose-blogdafloresta 4Saúde: descaso administrativo

O candidato afirmou que irá fiscalizar a qualidade da merenda escolar, que hoje se resume a bolacha e água com corante nas escolas municipais. A ausência de remédios nas UBS, bem como os médicos que não cumprem horário de trabalho, especialmente nas casinhas. “Fiscalizei mais de duzentas unidades de saúde e mais de cinquenta unidades escolares conferindo sempre a falta de algum insumo ou de inspeção destes serviços pela Prefeitura”, revela.

waldemir-jose-blogdafloresta 3Parlamentares propositivos

“A participação da Câmara Municipal de Manaus (CMM) deixou muito a desejar. Espero que a próxima legislatura cumpra o seu trabalho, seja propositiva, coisa que não foi agora, pois a maioria dos parlamentares foram subservientes ao Prefeito no pensamento de que isto ajudaria a melhorar a sua rua, o seu bairro”, salientou o vereador Waldemir José. (Mercedes Guzmán – Foto: Áida Fernandes)

Roberto Brasil