Escritório do Samba em ritmo de Carnaval – Lappa Bar

By -
As atrações marcam presença a partir das 15 horas, com chope liberado até às 18 horas

As atrações marcam presença a partir das 15 horas, com chope liberado até às 18 horas

Neste domingo, dia 23, o Lappa Bar (Vieiralves) será palco de mais uma edição do projeto musical “Escritório do Samba”, que visa reunir os “bambas” de plantão com muita música, claro, e também exibir os jogos dos campeonatos carioca e paulista. Porém, quem for ao local poderá conferir, ainda, a apresentação das bandas Nosso Caso, Tayna Pimentel & Poxa Vida e Amizade do Samba.

O evento inicia a partir das 15h e o chope Brahma é servido “geladinho” e liberado até às 18h. Rafhael Pina, sócio-proprietário do evento, adianta que, por se tratar de um domingo antes do Carnaval, os grupos que se apresentarão terão seu repertório voltado para músicas mais animadas. “Na verdade isso é algo que estamos fazendo desde o início de janeiro. Estamos aquecendo os frequentadores do “Escritório” para a folia momesca. E nesta semana não poderia ser diferente. O set list de todos os grupos está repleto de canções típicas dessa época do ano”, explica.

Uma das atrações do evento, a cantora cearense Tayna Pimentel, afirma que não podem faltar músicas da cantora Preta Gil. “As pessoas pedem direto as canções da Preta. E o ritmo remete também ao verão e ao Carnaval. Além disso, estamos preparando músicas com uma pitada de axé como forma de aquecer o público para a próxima semana que será de muita animação. Tenho certeza”, diz.

Ainda sobre a apresentação da artista juntamente com a banda Poxa Vida, ela conta que músicas como “Vai no Cavalinho”, da banda Gasparzinho e; “Ziriguidum”, da banda Filhos de Jorge também estarão presentes no show. “A primeira está tocando em todas as rádios do país e promete ser a grande sensação desse ano. Já a segunda música foi o sucesso do ano passado e continua no repertório dos grandes artistas e sempre é muito pedida pelo público”, conta. O grupo é formado por Vicente Nunes, Leandro Lima, Anderson Alcântra e João dos Santos.

Redação