Escola pública estadual resgata os valores da cultura indígena

By -
Os materiais em exposição foram confeccionados pelos próprios estudantes da escola

Os materiais em exposição foram confeccionados pelos próprios estudantes da escola

Com o objetivo de resgatar e valorizar a cultura das etnias indígenas do Amazonas, a escola estadual Alfredo Fernandes, localizada no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus, promoveu na manhã desta quinta-feira (23) uma exposição ressaltando a importância da cultura indígena para a formação da identidade regional e nacional.

O evento foi marcado pela exposição de artefatos que remontam à cultura tradicional indígena, tais como cerâmicas e artesanatos. Os materiais em exposição foram confeccionados pelos próprios estudantes da escola.

cultura-indigena-02Associado à exposição, a escola também propiciou aos alunos um maior entendimento sobre cultura regional, por meio de uma palestra que foi ministrada pela arqueóloga e professora da Universidade Federal do Amazonas, Arminda Mendonça, que em sua explanação abordou o contexto histórico e cultural em que as diferentes etnias indígenas estão inseridas.

A professora de História e coordenadora do projeto na escola, Socorro Lino dos Santos, destacou a importância do trabalho para os alunos. “Buscamos despertar nos estudantes o interesse pelo conhecimento acerca das etnias indígenas presentes no Amazonas em um trabalho que procurou evidenciar a importância e contribuição dos povos indígenas para a formação sociedade brasileira. O projeto também objetivou combater todas as formas de preconceito que por ventura ainda existam”, comentou a professora.

cultura-indigena-03Segundo a professora Socorro Lino, a ação escolar foi suscitada pelo ensejo das comemorações pelo Dia do Índio, celebrado no último dia 19. “Acredito que a sociedade tem dado pouca importância para esta data e nós, através desse projeto, buscamos enfatizar que esse dia deve ser lembrado, sensibilizando a comunidade escolar para que reconheça essa data que é tão relevante em nossa história”, afirmou.

Aprendizado – Para Francisco Everton Lima, 12, aluno do 7º ano da escola Alfredo Fernandes, participar das atividades do projeto foi uma experiência enriquecedora. “Tive a oportunidade de conhecer um pouco da história dos povos indígenas, sua cultura e valorizar o que eles representam para nossa sociedade”, contou o estudante, que participou das oficinas para confecção de artefatos utilizando argila.

Roberto Brasil