Escola da zona rural de Manaus clama por socorro

By -

escola-rural-pede-socorro-blogdafloresta 1Da Redação – A Escola Municipal Professora Diankelly do Nascimento Mota é a única opção de ensino para os moradores da Comunidade Abelha, localizada em uma aérea privilegiada do Tarumã Mirim, zona rural de Manaus. O pequeno casebre que foi erguido às margens da rua Antônio Sá Freitas, bem no Centro da comunidade, vem sofrendo ao longo dos anos com a falta de manutenção e constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica, impossibilitando e prejudicando o cumprimento do calendário escolar.

escola-rural-pede-socorro-blogdafloresta 2Segundo comunitários, a direção da escola já comunicou as constantes quedas de energia à secretaria municipal de educação, bem como à própria empresa Eletrobras Amazonas Energia. Apesar dos apelos, até o momento nenhum serviço foi realizado para que a distribuição de luz fosse restabelecida como também a rotina naquela escola rural.

escola-rural-pede-socorro-blogdafloresta 3Todavia, existe um problema ainda mais grave: a falta da merenda aos alunos, além da melhora em sua qualidade. Segundo alguns pais ouvidos pelo Blog da Floresta, a qualidade é inapropriada para servir como merenda escolar. O agricultor José Carlos Santiago, por exemplo, tem sobrinhos e netos que estudam na referida escola e segundo ele a qualidade é péssima. “Francamente, a merenda que é servida na escola é de péssima qualidade. Geralmente servem frango sem tempero e o suco também é fraco”, disse o agricultor.

escola-rural-pede-socorro-blogdafloresta 4A dona de casa Rosilene Meireles, que tem dois filhos que estudam na escola, afirma que os filhos chegam em casa reclamando da merenda. “Muitas vezes meus filhos chegaram em casa com dor de barriga depois que merendaram na escola. Essas reclamações são constantes”, afirmou. Já Mônica Filismino da Silva disse que a filha também crítica a qualidade da merenda escolar. “Se existisse outra escola próximo de casa eu já teria solicitado a transferência de minha filha, pois o que ocorre na Dian Kelly é brincadeira. Uma falta de total respeito com os estudantes e os familiares deles”, desabafou dona Mônica.

escola-rural-pede-socorro-blogdafloresta 5O que se espera é que a Secretaria municipal de educação possa solucionar os problemas, possibilitando mais estrutura ao corpo educacional da zona rural de Manaus. (Texto e Fotos: Kennedy Lyra)

Roberto Brasil