‘Errei’, diz José Mayer sobre denúncia de assédio

By -

José Mayer

O ator José Mayer divulgou carta aberta na tarde desta terça (4) onde diz que errou ao fazer “brincadeiras de cunho machista” com colegas. O ator foi acusado pela figurinista Susllem Meneguzzi Tonani de assediá-la no set de filmagem. O relato de Tonani foi publicado na última sexta (31), no blog #AgoraÉQueSãoElas, da Folha.

Na carta, Mayer diz: “Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora”.

Mayer então afirma que não tinha a intenção de ofender, mas reconhece que suas “brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas”.

O ator se diz “fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são”. Diz que aprendeu com seu erro e que está vivendo um processo de mudança.

“O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.”

Segundo o colunista Fernando Oliveira, do F5, após as acusações, a Globo decidiu que Mayer não fará a novela para a qual estava escalado, “O Sétimo Guardião”. A avaliação da emissora é de que será necessário tempo fora do ar para evitar desgaste, além de não escalá-lo para personagens sedutore.

Leia abaixo a íntegra da carta, divulgada pela assessoria de imprensa do ator.

FOLHAPRESS

Roberto Brasil