Equipe do 3º DIP prende trio envolvido em furto qualificado na zona Sul

By -
o trio vendeu os produtos do furto e o dinheiro foi utilizado para comprar drogas

O trio vendeu os produtos do furto e o dinheiro foi utilizado para comprar drogas

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação “Themis” do 3° Distrito Integrado Polícia (DIP), com o apoio de policiais civis da 1° Seccional Sul, prendeu na tarde da última sexta-feira, 17, Gabriel Henrique da Silva Santos, 20, Anderson Pereira Santos, 22, e Luan Moreira Pereira, 26, no bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus. Os três são apontados como autores de um furto qualificado ocorrido na madrugada do dia 23 de março deste ano. 

De acordo com o titular da unidade policial, delegado Fernando Bezerra, os mandados de prisão preventiva foram expedidos na quinta-feira (16), pela juíza Eulinete Tribuzy, da 11° Vara Criminal. A ação policial iniciou às 15h30 de sexta-feira. “Eles estavam todos no Petrópoles, mas em ruas diferentes. Primeiro prendemos Gabriel, em seguida localizamos Anderson e por último pegamos o Luan”, explicou.

Ainda segundo a autoridade policial, o trio cometeu um furto por volta de 3 horas da madrugada, no dia 23 de março, em uma residência localizada na Rua Beatriz Portinari, bairro Japiinlândia. Do local, eles subtraíram aparelhos eletrônicos, como televisão e celulares. O trio furtou também um cordão de ouro e pulseiras.

“Eles estavam todos no Petrópoles, mas em ruas diferentes", explicou Fernando Bezerra

“Eles estavam todos no Petrópoles, mas em ruas diferentes”, explicou o delegado Fernando Bezerra

A partir deste delito, a equipe do 3º DIP começou um trabalho de investigação para encontrar os envolvidos. Durante coletiva de imprensa, realizada manhã deste sábado, 18, o delegado plantonista Márcio André falou sobre uma mensagem que Anderson enviou a um dos investigadores em tom de ameaça.

“Ele utilizou um dos celulares roubados para mandar um áudio. Na mensagem, ele disse que iria “tacar bala” na cara do nosso investigador. Isso mostra a audácia destes bandidos, que ainda chegam aqui dizendo que nunca cometeram crimes. Mais uma vez a equipe coordenada pelo delegado titular Fernando Bezerra deu essa resposta para os moradores da área que já vinham sofrendo com a ação deles”, salientou.

Segundo os investigadores, o trio vendeu os produtos do furto e o dinheiro foi utilizado para comprar drogas. Eles também estariam envolvidos na venda de entorpecentes na área. Luan já responde por tráfico de drogas e Gabriel tem passagem na polícia pelo mesmo crime. Gabriel e Anderson também respondem por roubo.

Os três vão responder por associação criminosa e furto qualificado. Após os procedimentos cabíveis, eles foram conduzidos na manhã deste sábado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, situada na Avenida Sete de Setembro no Centro de Manaus onde irão ficar à disposição da Justiça.

Roberto Brasil