Emprego e renda são prioridades de Rebecca Garcia

By -

Com o pé no chão, a candidata da chapa “11 – Coragem para Renovar”, economista e ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP), disse nesta segunda-feira, 26, em entrevista à rádio e TV Tiradentes, que tem propostas para o mandato de um ano, quando deve preparar o Amazonas para a próxima gestão, que iniciará em 2019. 

A candidata assegurou que sua candidatura “é forte e viável, como mostram as pesquisas deste fim de semana”. Rebecca Garcia afirmou ser uma nova alternativa para a sociedade, ao alinhavar entre suas prioridades a geração de emprego e renda, pois, conforme disse, como governadora do Estado terá muito mais condições de atrair investimentos do que como superintendente da Suframa, onde, segundo explicou, fez uma administração participativa.

Do mesmo modo, Rebecca Garcia planeja ouvir a voz do cidadão, pois “quem sabe o que é bom para a população é o cidadão”, afirmou, ao esclarecer também fazer parte de suas prioridades as áreas de segurança e saúde. 

Entre suas primeiras providências, se eleita, a ex-superintendente da Suframa afirmou que vai rever contratos e os números de desempenho do Estado. Ela acrescentou, no entanto, que “Cortar custos não é reduzir serviços”. No enxugamento que planeja fazer, citou o número excessivo de secretarias e repartições estaduais, que hoje são mais de 50 unidades administrativas. 

Ao dizer que no Amazonas “Não há gestão há muito tempo”, Rebecca Garcia informa pretender gerir o Estado como uma empresa: à base de planejamento e de olho nos custos, na redução do desperdício de recursos públicos e no resultado em serviços para a população.

*Com informações da assessoria

Roberto Brasil