Em um mês, Rede Ouvir-AM quadruplica atendimentos

By -

REDE-OUVIR-OUVIDORIANo primeiro mês de implantação da Rede Amazonense de Ouvidorias Públicas (Rede Ouvir-AM), sistema administrado pela Ouvidoria Geral do Estado, o índice de recebimento mensal de demandas quase quadruplicou em relação à média de demandas registradas nos dez primeiros meses de 2015.

De novembro até este mês foram registradas 270 manifestos que consistem em reclamações, denúncias, sugestões ou elogios aos órgãos públicos das diversas esferas. No período entre janeiro e outubro, a secretaria contabilizou mais de 700 manifestações por meio eletrônico, com uma média de 70 registros mensais. Mais de 80% dos manifestos foram solucionados e os demais estão em fase de resolução nas ouvidorias pertinentes.

A ouvidora geral do Estado, Zanele Teixeira, comenta que a implantação do sistema de manifestos por meio da página eletrônica da secretaria com a integração de mais de 30 ouvidorias dos órgãos das diversas esferas entre o poder público e privado facilitaram o contato entre o cidadão e o poder público. Ela comemora os resultados obtidos nos primeiros 30 dias de implantação do projeto.

“Em um mês conseguimos quase que quadruplicar o número de manifestos registrados por meio do site. Como resultado do trabalho, integrado por diversas ouvidorias parceiras do projeto, conseguimos obter mais de 80% das demandas solucionadas e os demais 20% estão em andamento, sendo tratados por cada órgão ou instituição competente. Vale ressaltar que ainda temos ouvidorias ingressando no sistema”, anunciou.

A Rede Ouvir-AM – Implantada pelo governador do Estado, José Melo, no dia 16 de novembro, a Rede Ouvir-AM apresenta um novo sistema de atendimento ao público por meio de uma rede integrada de ouvidorias disponibilizada por meio do site www.ouvidoria.am.gov.br. O objetivo do sistema é dar celeridade ao atendimento público no registro de denúncias, reclamações, sugestões, elogios, dentre outros meios a partir da participação popular.

A rede é integrada por ouvidorias representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário amazonense. Entre os órgãos parceiros do sistema estão: o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 11ª Região, o Comando Militar da Amazônia (CMA), a Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM), dentre outros. Ainda fazem parte do projeto as ouvidorias existentes na esfera estadual, como a Secretaria do Estado de Educação (Seduc), o Sistema de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e a Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Roberto Brasil