Em seletiva, jovens amazonenses sonham com chance de ouro no futebol brasileiro

By -

Seletiva de futebol de base - aprovados citados na matéria - foto 1 - by Emanuel Mendes Siqueira

Sair de Manaus e jogar num grande clube do futebol verde e amarelo. Foi esse o sonho de motivou mais de 150 adolescentes a participarem nesta quarta-feira, 27 de janeiro, no CSU do Alvorada 2, em Manaus, do primeiro dia da seletiva de futebol de base que formará duas equipes para representar o Amazonas em duas competições nacionais: Supercopa Natal Sub-18 (Natal, RN, maio) e Santa Catarina Cup Sub-17 (Balneário Camboriú, SC, julho). Segundo os organizadores, professores Rivaldo Silva e José Ribamar, a avaliação técnica foi um sucesso de participação.

Meninos dos quatros cantos da cidade participaram da “peneira”. Eles foram avaliados durante 20 minutos. Quem mostrou a habilidade com a bola, visão de jogo e potencial para se desenvolver tecnicamente passou de fase no “Big Brother” do futebol de base.

Seletiva de futebol de base - lance 2 - by Emanuel Mendes Siqueira

Um dos grupos aprovados na seletiva reuniu seis jovens promessas: Carlos Vinícius (16 anos, atacante, Coroado), Jackson Felipe Cruz (16 anos, meia Petrópolis), Lucas Pacheco (15 anos, zagueiro, Nova Cidade), Janderson Marques (16 anos, volante, João Paulo 2), Gabriel Sanches (15 anos, atacante, Santa Etelvina) e Levi de Souza Araújo (15 anos, goleiro, Compensa).

Goleiro do Compensinha aprovado

Num país que tem o atacante Neymar (Barcelona e Seleção) como ídolo, foram poucos goleiros participantes na avaliação. Se faltou quantidade, sobrou qualidade debaixo das traves. Foi o caso de Levi, revelado no Compensinha – um dos mais tradicionais das categorias de base do futebol amador de Manaus – e com passagem pelo São Lukas.

“Comecei no futsal, depois no mudei para o futebol e me encontrei como goleiro jogando no Compensinha. Participar dessa peneira e ser selecionado entre os melhores é a realização de um sonho. Meu desejo é disputar essas competições nacionais e, quem sabe, jogar num grande clube do Brasil”, disse o camisa 1, fã de Rogério Ceni e que este ano vai cursar o segundo ano do Ensino Médio na Escola Estadual João Bosco Pantoja Evangelista (Compensa).

A avaliação técnica prossegue na manhã desta quinta-feira, 27 de janeiro, a partir das 9h, no CSU do Alvorada 2. Será a vez dos atletas nascidos em 2001 e 2002.

Mario Dantas