Em nota, Temer chama segunda denúncia de ‘absurda, apressada e açodada’

By -

Pres. Michel Temer

O Palácio do Planalto divulgou nota, na noite de ontem, em que classifica de “marcha irresponsável” a nova denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer.

A nota do governo diz que Janot “finge não ver os problemas de falta de credibilidade de testemunhas, a ausência de nexo entre as narrativas e as incoerências produzidas pela própria investigação, apressada e açodada”. Acusa-o também de tentar criar fatos e de haver “indícios consistentes de terem direcionado delações e, portanto, as investigações”.

“A segunda denúncia é recheada de absurdos”, diz a nota. “Fala de pagamentos em contas no exterior ao presidente sem demonstrar a existência de conta do presidente em outro país. Transforma contribuição lícita de campanha em ilícita, mistura fatos e confunde para tentar ganhar ares de verdade. É realismo fantástico em estado puro.”

Roberto Brasil