Em Maués, produtores rurais participam de audiência pública do MDA que tratou o tema inadimplência

By -

audiencia-publica-mda-maues-01Mais de 300 produtores rurais inadimplentes participaram de uma audiência pública na manhã desta sexta-feira (11) no ginásio pe. Leão Martinelli, em Maués. O evento foi promovido pela Delegacia Estadual do Ministério do Desenvolvimento Agrário-MDA/AM em conjunto com a  Comissão dos Trabalhadores Rurais Inadimplentes de Maués e teve como objetivo ouvir os produtores rurais lesados e devedores de financiamentos bancários através de programas de fomento à agricultura familiar, em especial os empréstimos feitos junto ao BASA.

audiencia-publica-mda-maues-03Coordenou o encontro o Delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário – Arivan Reis, representantes da Assembleia Legislativa através do mandato do Deputado José Ricardo Wendling – PT, Sr. Milton Soares da Federação dos Trabalhadores em Agricultura (Fetagri-AM) e Sindicato de Trabalhadores Rurais de Maués.

audiencia-publica-mda-maues-02 A inadimplência dos agricultores se dá devido ao desvio de recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) que seriam destinados para atender os agricultores rurais por funcionários de instituições ligadas ao setor primário e por meio do BASA.

audiencia-publica-mda-maues-04O esquema foi deflagrado há cerca de quatro anos no município e prejudicou centenas de trabalhadores rurais, que recebiam apenas parte do empréstimo, sendo o restante desviado por instituições representativas dos segmentos rurais. Somado a essa situação, diversas irregularidades, como falta de assistência técnica, produtos clonados, equipamentos de má qualidade, projetos não condizentes com a realidade local e superfaturamento.

O agricultor indígena, Izaqueu Gastão do Grupo de Trabalho Monte Horebe afirmou que essa mobilização é importante porque dá voz ao agricultor rural que está inadimplente. “Nós precisamos ter nossos direitos respeitados. Não vamos nos calar diante desse ato de má fé contra o homem do campo”.

Roberto Brasil